Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019
Vida

Lançamento do ‘Arte e Juventude’ promove cultura em Manaus

O lançamento que ocorreu nesta sexta-feira (05) no Teatro Direcional, tem como objetivo levar gratuitamente ações de teatro, dança, poesia, música, circo, filmes e artes visuais ao público



1.jpg Ao todo, 20 atrações artísticas se apresentaram no projeto
06/04/2013 às 11:28

As crianças ficaram com os olhares atentos, curiosos, vidrados nas manifestações artísticas que integraram a programação de estreia do “Arte e Juventude”, projeto que tem a finalidade de levar gratuitamente ações de teatro, dança, poesia, música, circo, filmes e artes visuais ao público. O evento, promovido pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Desporto, Lazer e Juventude (Semdej), nesta sexta-feira (05), no Teatro Direcional, reuniu alunos das escolas da rede pública, da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), entre outros.

“A ideia é aproximar a cultura da população. Às vezes, eles acabam não tendo acesso ao teatro, cinema... O ‘Arte e Juventude’, inclusive o nome foi dado por Celdo Braga (poeta), aproxima a juventude da arte, da cultura, para que possam crescer habituados a conviver com isso”, disse Fabrício Lima, titular da Semdej. “A cultura abre caminhos, nos faz viajar para lugares que nunca fomos. A leitura de um livro, uma peça, abre nossa mente, amadurece, fortalece. Temos artistas novos com mais experientes (na programação). O que queremos é misturar essas gerações, pois quem ganha com isso são nossas crianças”, complementou.



Teatro

O projeto foi inaugurado com a apresentação do Núcleo de Teatro da Semdej, formado por integrantes da Cia de Teatro Metamorfose, que discorreram de forma extrovertida sobre os estilos de poesia, passando pela literatura de Cordel e chegando a nomes como Mário Quintana e Vinicius de Moraes. O trabalho de expressão fácil, de domínio de platéia, de “time” dos atores Clayson Chaves e Dinne Queiroz merece destaque, ainda mais por se tratar de um público formado, em suma, de crianças.

Uma das crianças que gostou da apresentação da trupe foi a pequena Gabriele Raissa, de 10 anos de idade. “É a primeira vez que venho ao teatro, quero vir outras vezes”.

Outros artistas

Clayson Chaves também improvisa muito bem, além de ser engraçado, o que conquistou a criançada “logo de cara”. Outras atrações foram o cantor Cileno, as cantoras Márcia Siqueira e Lucilene Castro, o grupo de humor X-Caboquinhos e o comediante Carlos Portta, que fez sucesso com o público adolescente, fazendo suas críticas sociais por meio de suas sátiras.

“Vamos tentar colocar com humor algumas situações que eles vêem, como desvio de verba, político corrupto, além de assuntos que estão em voga, para que as crianças - que serão os próximos políticos e administradores da cidade - possam ter consciência do coletivo e não pensem somente em si. Essas pessoas são corruptas porque querem tudo para si, querem ganhar sozinhos”, disse Renê Zafer, intérprete de Carlos Portta, minutos antes de entrar no palco.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.