Publicidade
Entretenimento
Embate no rock

Led Zeppelin não roubou trecho de 'Stairway to Heaven', diz júri sobre violação

Decisão foi uma vitória para o Led Zepellin, um dos grupos de rock de maior sucesso. Após julgamento na Corte Distrital de Los Angeles, violação de direitos autorais da canção mais famosa da banda foi descartada 23/06/2016 às 20:33 - Atualizado em 23/06/2016 às 20:55
Show download
Buscar o artigo Combinação de fotos do cantor Robert Plant e do guitarista Jimmy Page, do Led Zeppelin (Foto: Reprodução)
Reuters Los Angeles (EUA)

O fraseado de guitarra que o Led Zeppelin usou na canção clássica de 1971 "Stairway to Heaven" difere substancialmente daquele que a banda inglesa foi acusada de roubar do grupo norte-americano Spirit, decidiu um júri nesta quinta-feira (23) em um julgamento de violação de direitos autorais em Los Angeles.

A decisão foi uma vitória para o Led Zeppelin, um dos grupos de rock de maior sucesso de todos os tempos, após um julgamento de uma semana na Corte Distrital de Los Angeles, que havia posto em dúvida a originalidade da canção mais famosa da banda.

Em seu segundo dia de deliberações, o júri disse que o vocalista Robert Plant e o guitarrista Jimmy Page conheciam "Taurus", do Spirit, mas que a frase musical que foram acusados de tirar da canção de 1967 não é intrinsecamente semelhante aos acordes iniciais de "Stairway".

Page e Plant, que compareceram ao tribunal desde o início dos procedimentos iniciados em 14 de junho, mostraram pouca reação logo após o anúncio do veredicto.

"Estamos gratos pelo serviço de consciência do júri e satisfeitos com a decisão em nosso favor...confirmando o que já sabemos há 45 anos", disseram Page e Plant em uma nota conjunta.

Page, que co-escreveu a canção com Plant e trabalhou no fraseado de guitarra, testemunhou dizendo que não estava familiarizado com "Taurus", mas que de fato tem uma cópia do disco homônimo da banda Spirit que contém a canção.

Publicidade
Publicidade