Publicidade
Entretenimento
Vida

Líder da banda Raimundos fala sobre polêmica envolvendo Rodolfo e show em Manaus

Em entrevista concedida ao BEM VIVER, Digão, atual vocalista do Raimundos, falou sobre polêmicas da banda e comemorou o retorno a Manaus, com show marcado para esta sexta-feira (12), no Sesi Clube do Trabalhador 09/09/2014 às 11:54
Show 1
Digão é vocalista e guitarrista da banda brasiliense
Rafael Seixas ---

Recentemente, a banda Raimundos teve o seu nome vinculado numa nova polêmica envolvendo o seu ex-integrante, Rodolfo Abrantes, que concedeu uma entrevista à revista “Trip”, em que disse estar arrependido das letras que fez para a banda brasiliense. Em entrevista ao BEM VIVER, Digão, nome à frente do Raimundos, falou sobre este episódio e comemorou o retorno a Manaus, com show marcado para esta sexta-feira, às 22h, no Sesi Clube do Trabalhador, como parte das atrações desta edição do Anime Jungle Party.

“Para mim, nós já tínhamos dado o ponto final nesta história. O que aconteceu foi que o Rodolfo não vira a página e continua no mesmo ponto de 2001, falando sempre a mesma coisa, que se arrepende de ter feito parte da banda. Queria entender como ele fala mal das músicas e do que foi no Raimundos, mas usufrui dos direitos autorais? É algo contraditório. O mantenedor dele são essas músicas, então por que fica falando mal? É toda vez um bate e assopra”, disse o músico.

Discussão na rede

Rodolfo deixou o Raimundos em 2001, alegando conversão religiosa incompatível com o estilo de vida do grupo. Ainda sobre esta polêmica, que causou troca de farpas por meio das redes sociais em junho deste ano, o atual vocalista acrescentou: “Dessa vez que ele se manifestou, eu tive que falar, pois o Raimundos é a minha vida. Falar qualquer coisa do Raimundos é falar de mim. O respeitamos, não falava dele há anos. Sempre que estamos fazendo alguma coisa bacana, ele surge com este discurso. Isso me entristece. Não sinto raiva, mas se ele fala algo, eu tenho que rebater e contar a minha versão. Não lhe desejo mal, mas nos deixe em paz”.

Clássicos e novidades

Para este show na capital amazonense, o repertório de clássicos – entre eles “Mulher de Fases”, “I Saw You Saying” e “Eu Quero Ver o Oco” – dividirá espaço com músicas presentes no álbum de estúdio “Cantigas de Roda”, lançado este ano. O disco foi gravado por meio de um financiamento coletivo (crowdfunding) feito com os próprios fãs, cujo valor arrecadado foi três vezes maior do que o necessário. As recompensas para quem colaborasse com o projeto foram downloads antecipados do CD até participação em clipes e ingressos para shows com direito à visita ao camarim.

“Isso foi o termômetro para sentir o nosso público, o que a galera está falando sobre o Raimundos. A gente sentiu um empurrão muito forte por parte dos fãs”, garante. Este é o primeiro álbum composto exclusivamente por músicas inéditas desde “Kavookavala”, lançado em 2002. A produção foi feita no estúdio Firewater, em Los Angeles, sendo assinada por Billy Graziadei, guitarrista e vocalista da banda Biohazard.

“O Billy é muito massa, gostei de trabalhar com ele. Deu um pouco de trabalho na mixagem, porque tivemos que voltar para o Brasil. Ele mandava de lá para a gente e a gente daqui para ele. Da próxima vez, vamos fazer tudo lá”, disse o artista, que elegeu a música “Nó Suíno”, como sua canção favorita deste CD.

“É um hardcore da nossa estrada, é uma coisa muito louca, é um hino da galera que entrada na roda. Show do Raimundos sem roda não tem graça”, afirma o fundador da banda.

DVD Aos fãs de Manaus, Digão fez questão de agradecer o apoio de sempre. Em breve, segundo ele, a Raimundos estará trazendo uma novidade. “Estamos finalizando um DVD do ‘Cantigas de Roda’ em que tocamos ao vivo num estúdio, mas sem plateia. É como se tivéssemos numa garagem ensaiando, porém, tudo muito f*d*. Vamos lançar ainda este ano, isso é o que eu posso dizer por enquanto”.

Entradas para o evento

Para a abertura do evento na sexta-feira, os ingressos custam R$ 10. De noite, para o show da Raimundos, os ingressos custam R$ 40 para pista e R$ 100 para área vip com bebida liberada (água, refrigerante e cerveja) das 22h às 1h. O ingresso para o sábado custa R$ 20 durante o dia inteiro. No domingo, o ingresso para o AJP custa R$ 20 com acesso ao show do Strike e R$ 50 para área vip sem bebida liberada. Na compra do ingresso vip do show do Raimundos, o comprador ganha um ingresso vip para o show da Strike. Os passaportes antecipados estão disponíveis no site ingresse.com e nos quiosques da Anime Jungle Store (Millenium e Manaus Plaza Shopping).

Publicidade
Publicidade