Publicidade
Entretenimento
Fitness

Lingeries fitness são nova opção para a academia

Feitas à base de microfibra, as lingeries fitness ainda possuem proteção UVA/UVB, que protegem a pele dos raios solares 24/07/2016 às 05:00
Show vida0424 20r
Tecidos para os treinos devem ser essencialmente leves, sem marcar ou apertar a pele
Laynna Feitoza Manaus (AM)

A prática de exercícios físicos faz parte do dia a dia de muita gente. Sabemos também que existem roupas adequadas para o clima de malhação. Tudo para facilitar a transpiração, não apertar, entre outros benefícios. Muitas mulheres, contudo, ainda fazem aquela cara de interrogação na hora de escolher as roupas íntimas – sim, as lingeries – na hora de montar o look da academia.

O que promete ser a “crista da onda” são as lingeries fitness, projetadas especialmente para atenderem as mulheres em seus treinos diários. Algumas são feitas com microfibras soft e tecidos tecnológicos. “As marcas fitness do mercado não estão preocupadas com o impacto do movimento dos exercícios no corpo da mulher”, destaca Samantha Perim, designer da Nayane Rodrigues Lingerie, que desenvolveu a linha Atlética, voltada às mulheres habituadas com treinos.

Segundo ela, as lingeries fitness são peças com bojo, alças regulares e seixo. Além da flexibilidade e conforto, a designer aponta que tem em mente as questões mais ergonômicas na hora de projetar as langeries. “Há peças que podem guardar documentos, dinheiro, celular, entre outros objetos, para garantir a prática do esporte de maneira mais tranquila. Às vezes não temos onde guardar a chave do carro, e daí vem a funcionalidade”, declara.

Feitas à base de microfibra, as lingeries fitness ainda possuem proteção UVA/UVB, que protegem a pele dos raios solares. “As calcinhas são mais largas e tem um elástico que dá uma maior compressão na cintura, além de um bolsinho que serve para guardar o celular. Há também quatro modelos de sutiãs: o nadador tradicional, com bojo e sem aro.

“Ouvíamos muitas clientes de seios pequenos ouvirem que as malhas tradicionais ‘achatavam’ os seios”, afirma Samantha. Segundo Perim, o bojo serve para proteger os seios dos impactos externos. “O bojo é flexível, e é bom porque é possível tirar. O sutiã porta-celular tem as alças acolchoadas, o que é bom. Porque, em contrapartida, quem tem seios grandes se incomodam com as alças, que deixam marcas [ou até ferem] a pele”, declara.

Dicas

Antes de comprar qualquer peça para malhar, atente para a máxima: quanto mais leve, melhor. É o que aponta a educadora física Reiza Sádria. “O tecido precisa garantir facilidade na transpiração, porque durante a atividade física os poros estão abertos e precisam respirar. Os tecidos não podem prender a pele de jeito nenhum”, pondera Reiza.

Para quem tem seios menores, peças com bojo não atrapalham em nada e garantem beleza estética, o que não impede que você faça atividades físicas com malha, conforme explica Reiza. “Para quem tem seios maiores, o ideal é que quanto mais firme eles fiquem, melhor. Principalmente para quem pratica atividades com salto na academia”, coloca.

As alças reguladoras, segundo ela, acabam facilitando para as meninas magrinhas. “Eu sou magra e muitas vezes encontro dificuldade em encontrar alguma malha adequada para mim por conta dos tão temíveis tamanhos únicos, então as alças reguláveis são muito boas nesse sentido. Só tem que tomar cuidado na hora da regulagem porque se não forem feitas adequadamente, podem dar maleabilidade demais para os seios, mas para musculação e caminhadas isso é o ideal”, encerra.

Destaque

Nayane Rodrigues Lingerie

Site: http://nayanemodaintima. com.br/

Facebook: https://www.facebook.com /NayaneModaIntima

Instagram: https://www.instagram.com /nayanemodaintima/

Publicidade
Publicidade