Sábado, 05 de Dezembro de 2020
música

Live ‘Agroecologia e consumo consciente' acontece nesta segunda-feira (18)

Transmissão ao vivo tem o objetivo de divulgar as ações da Rede Maniva de Agroecologia (Rema)



WhatsApp_Image_2020-05-17_at_21.12.52_15E4C297-61E8-4CF0-A3D7-1D22BC1B0EFB.jpeg Músico e pesquisador, André de Moraes, atua na Amazônia há mais de 10 anos em cidades ribeirinhas (Foto: Divulgação)
18/05/2020 às 14:47

O músico e pesquisador, André de Moraes, realiza nesta segunda-feira (18), a partir das 20h, a live 'Agroecologia e Consumo Consciente', pelo Instagram @redemaniva, com o objetivo de fortalecer as ações da Rede Maniva de Agroecologia (Rema), no contexto da pandemia. 

"Nós temos duas feiras orgânicas em Manaus e estamos vindo de uma experiência de converter o local das feiras em pontos de compra sem permanência e com as medidas de prevenção necessárias como distanciamento, máscara, álcool em gel, monitoramento para a não permanência de pessoas no local, etc. Mas, com o agravamento da situação, nos vimos na demanda de cessar a vinda dos agricultores para Manaus, em sua maioria idosos, para evitar a exposição", informa André.



"A Rema assumiu a logística dessa produção e tem ido até as propriedades buscar a produção cuja venda está sendo feita via um site de compras com pagamento online e as retiradas estão sendo as quintas-feiras, entre 16h e 17h, na Assinpa.  A live tem o objetivo de divulgar as ações da Rema, sobre a nova forma de comercialização e o projeto de financiamento coletivo que temos na internet que visa bancar toda essa logística e uma parte dos custos, uma vez que o trabalho operacional é voluntário dos membros da Rema", enfatiza.

A roda de conversa conta também com a participação de Marina Reia e Elisa Wandelli, da Rede Maniva de Agroecologia (Rema); Renatinha Peixe-boi- do Movimento Slow Food Manaus e Thabitta Menta - Comunidade que Sustenta a Agricultura. Segundo André, além do debate, também haverá uma apresentação sua com repertório animado que contempla: música regional, brega, boi-bumbá etc, e ao final, o sorteio de um exemplar do livro - Receitas Amazônicas-  da nutricionista Neide Rigo.

'Vakinha Virtual para ajudar a Rema'

A  proposta da Vakinha é apoiar agricultores (as) agroecológicos (as) para continuarem produzindo em segurança.

O valor arrecadado será utilizado para: apoio logístico com combustível,  manutenção de  veículos, entrega dos produtos aos consumidores, caixas plásticas, soluções desinfetantes (hipoclorito, sulfato de cobre, sabão neutro,  Equipamento de Proteção Individual (EPI) e apoio financeiro a família de agricultores com membro que eventualmente possa ser contaminado pelo Covid-19. A Rede Maniva de Agroecologia apoia hoje um total de 80 famílias de agricultores. Para informações, acesse:  http://vaka.me/1013302 

Sobre a trajetória de 'André de Moraes'  na música e na pesquisa

André de Moraes é pesquisador ou como gosta de se auto-intitular é “cientista não-praticante”- Geógrafo e Mestre em Ciência do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, ambos pela UFAM) e artista- músico e poeta autodidata.

Atua na pesquisa na Amazônia há mais de 10 anos com vasta experiência em atividades de campo no Amazonas em pequenas cidades, comunidades rurais e/ou ribeirinhas, unidades de conservação, territórios indígenas entre outros. Pesquisa temas amazônicos abordando questões tais quais Urbanização na Amazônia, Mundo Rural Amazônico, Soberania Alimentar, Eventos Hidroclimáticos Extremos entre outros sobre os quais é autor ou co-autor de publicações científicas nacionais e internacionais e um livro. Acumula vivências científicas em diversas instituições de pesquisa (UFAM, EMBRAPA, UEA, INPA, MPEG, FIOCRUZ, Lancaster University) e atualmente mantém um vínculo informal com a UFAM e  FIOCRUZ.

Na parte artística, é músico autodidata desde os 10 anos de idade quando começou a tocar violão e cantar. Desenvolveu a música paralelamente à pesquisa na sua primeira banda, Eletricidade Mambembe, iniciada ali entre 2008 e 2009 que era formada por membros do Laboratório que fazia parte no INPA, tendo tocado em festas da UFAM e do INPA.

A opção por se dedicar menos a pesquisa em 2016 e o interesse por pela música resultou nos seus, primeiros projetos musicais, que agora estão mais focados na percussão, especificamente em tocar "Djembe"- um tipo de tambor originário de Guiné na África ocidental. O instrumento é muito antigo e até hoje é importante nas culturas africanas, sobretudo na região mandingue, que compreende os países Mali, Costa do Marfim, Burkina Faso, Senegal e Guiné.

Ao longo da sua trajetória na música, em parceria com Márcia Caminha e Frank Russo, André pertenceu ao grupo -Caminha Trio e mais recentemente, ao lado do cantor e compositor Magaiver Santos (também vocalista da banda Casa de Caba), participou ativamente do embrião do grupo 'Sindicato dos Artistas Carentes', onde permanece até hoje, com um álbum lançado em 2019. Além da sua carreira na música, André também escreve e publica poesias na internet.

André de Moraes é membro da Rede Maniva de Agroecologia – REMA desde 2016 por acreditar na agroecologia como uma nova proposta de soberania alimentar. Começou sua atuação voluntária na REMA como assessor/consultor em projetos e depois passou a também atuar como artista, a partir de 2017 até o presente, tocando violão e cantando na Feira Orgânica como forma de fortalecer o projeto. 

 

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.