Publicidade
Entretenimento
Vida

Longa amazonense, ‘A Floresta de Jonathas’, no páreo do Festival de Cinema de Paris

Com a proposta de divulgar o cinema brasileiro no exterior, o evento inicia no dia 16 de abril com uma extensa programação cinematográfica 06/04/2013 às 11:46
Show 1
Longa amazonense vai concorrer ao prêmio de melhor filme do festival
acritica.com ---

Levar o cinema do Brasil para o público francês e divulgar a cinematografia do País no exterior - esse é o objetivo do Festival de Cinema Brasileiro de Paris, que chega à sua 15ª edição e acontece entre os dias 16 e 23 de abril. Sete filmes estarão em competição no evento, que vai julgar, por meio de voto popular, longas brasileiros produzidos entre 2011 e 2012.

“A Floresta de Jonathas”, longa-metragem amazonense dirigido por Sérgio Andrade, entra na disputa pelo prêmio de melhor filme e será exibido no dia 22, com presença do diretor. O filme vai concorrer com “Era uma vez eu, Verônica”, de Marcelo Gomes; “A Busca”, de Luciano Moura, e estrelado por Wagner Moura; além de “Disparos”, de Juliana Reis, e “Colegas”, de Márcio Galvão. “O Som ao Redor”, de Kleber Mendonça Filho, e “Juan e a Bailarina” fecham a lista dos filmes concorrentes.

DESTAQUES

Entre os destaques de 2013, o festival conta com dois lançamentos mundiais. No dia 19 de abril, “Histórias de Arcanjo”, que tem direção de Bruno Quintella e Guilherme Azevedo, terá estreia mundial. O documentário narra a vida do jornalista investigativo Tim Lopes, assassinado por uma facção criminosa do Rio, em 2002.

Outro lançamento mundial é “Viramundo”, dirigido por Pierre-Yves Borgeaud, que acompanha uma turnê do cantor Gilberto Gil pelo hemisfério sul, com passagens pela Austrália, África e Brasil. A exibição acontece dia 23 de abril, no último dia do festival, e contará com a presença de Gil.

Ainda no encerramento, dia 23, o público assiste ao documentário “Hélio Oiticica”, dirigido por Cesar Oiticica Filho, que narra a trajetória e conta quem foi o artista. Produzido pela Guerrilha Filmes, a obra traz extenso material inédito sobre sua vida, com entrevistas e depoimentos.

EXPOSIÇÃO

Paralela ao festival, uma exposição com 18 fotos de Marc Ferrez, conhecido por seu acervo sobre o Rio de Janeiro, chegará a Paris no dia 17 de abril e fica na cidade até dia 1º de maio.

Alocada no Cloître des Billettes, a mostra terá imagens que retratam diversos pontos do Rio de Janeiro do passado. É o caso de imagens do Corcovado e do Pão de Açúcar visto de Niterói, datadas de 1886 e 1890, respectivamente.

Publicidade
Publicidade