Publicidade
Entretenimento
intercâmbio cultural

Luau Briza apresenta Os Tucumanus e Jamrock em show gratuito no Caldeira

Apresentação é o primeiro passo de um festival chamado BR-174, que ganhou o apelido de 'Briza', e vai reunir talentos musicais do Amazonas e Roraima 01/11/2016 às 17:49 - Atualizado em 02/11/2016 às 11:26
Show os tucumanus michael dantas
Os Tucumanus vive grande fase, comemorando seus dez anos de carreira (Foto: Michael Dantas)
acritica.com* Manaus (AM)

Um clima de luau em pleno Centro da cidade vai reunir as bandas Os Tucumanus, do Amazonas; e Jamrock, de Roraima; no dia 9 de novembro, no Bar Caldeira (Rua José Clemente, 237, Centro), a partir das 21h, com acesso gratuito. O Luau Briza - Dois palitos e uma chama cultural será o encontro de sonoridades, artes e boas vibrações pelo movimento cultural do norte brasileiro e contará com participações especiais do grupo Pusanga, do Amazonas; e a cantora Leka Denz, de Roraima. 

O evento vem com a proposta de unir os dois Estados no primeiro passo para criação de um festival que estreitará os 800km que os separam. “É o primeiro passo do projeto que vai unir talentos artísticos do Amazonas e Roraima em um festival chamado BR-174, apelidado de Briza, porque com dois palitos, que representam os Estados; os numerais 7 e 4, viram, respectivamente, Z e A”, explica Denilson Novo, guitarrista dos Tucumanus e idealizador da proposta. “BR-174 é o primeiro título e o apelido Briza é uma consequência de alguns exercícios gráficos com as letras e os números”.

Anfitriã da noite, a banda Os Tucumanus também celebra a boa fase da carreira, que completa 10 anos em 2016. Neste mês, o grupo lançou o novo single, da música ‘Até o Sol Sair’, gravado no estúdio Júpiter, com engenharia de áudio de Armando Mendes e masterização na Espanha, no Mastering Mason Studio. “Esse single veio como a cereja do bolo, em celebração ao momento produtivo que vivemos. Nova fase, nova formação e novo gás para os próximos anos”, comentou Denilson. “O clima está propício para a fluência de novos projetos e essa parceria com os artistas de Roraima é um bom exemplo disso”.

Além de Denilson, Os Tucumanus têm Clóvis Rodrigues no vocal, Mário Ruy Carvalho no baixo, Matheus Simões na bateria e Samuca na segunda guitarra, o que rendeu ao grupo um novo formato, com arranjos diferentes. No setlist estão confirmadas ‘Vida de quinta’, ‘Telengotengo’, ‘Carapuça’, ‘Palafitas’, ‘Na rede’ e ‘Tudo em comprimidos’. 

A Jamrock, com seis anos de estrada, volta a Manaus para apresentar novidades, como as canções do terceiro disco, que traz no conceito a mistura de modernidade com raiz. Entre as músicas do repertório está ‘Intolerância’, carro-chefe do novo trabalho. “A Jamrock surgiu com a proposta de reggae e rock, que continua na nossa música, mas ganhou influência de ritmos como cumbia e beiradão. A gente já excursionou pela Amazônia algumas vezes e isso acabou modificando o som, que considero um pop amazônico”, definiu Bebeco Pujucan, que comanda no samples e gaita da banda. 

Conforme Bebeco, o que marca o CD novo, depois de quatro anos do último lançamento, ‘Ao vivo na Casa do Neuber’, são as diversas influências ao longo da caminhada e tem a participação do rapper amazonense Dbob. “É um disco mais maduro, com repertório coletado há três anos, gravado em estúdio e com bastante detalhes”, afirma. “Está antenado com temas do momento, a gente fala de atualidades e de diversos assuntos”.   

A Jamrock conta ainda com Gabi Gomes (voz e guitarra), Hugo Pereira (voz e baixo), Hyago Moura (voz e guitarra) e Ícaro Leony (bateria). 

Serviço

O que: Luau Briza - Dois palitos e uma chama cultural com Os Tucumanus e Jamrock. Participação especial de Pusanga e Leka Denz
Quando: 9 de novembro, a partir das 21h
Onde: Bar Caldeira, na rua José Clemente, 237, Centro de Manaus
Quanto: Gratuito
Informações: tucumanus@gmail.com e 99111-0550

*Com informações de assessoria

Publicidade
Publicidade