Publicidade
Entretenimento
Vida

Lugar de brincar: ambientes e soluções para a criançada

Ambientes com cara de 'casa de vó' e brinquedos de estilo rústico são aposta na Yupi Casa de Brincar; propostas também podem ser aplicadas em casa 30/10/2015 às 14:52
Show 1
Projeto das arquitetas Erika Avelino e Karla Passos aposta na sustentabilidade e traz brinquedos e jogos rústicos e tradicionais
Jony Clay Borges Manaus (AM)

Brincadeira de criança é coisa para ser levada a sério: atualmente já se sabe que as atividades de lazer contribuem na aprendizagem, na coordenação motora e até no desenvolvimento afetivo e social dos pequenos. As brincadeiras exigem não só tempo livre, mas também espaços amplos e adequados para a meninada correr, pular, escalar coisas ou mesmo deitar e rolar pelo chão.

Foi justamente para permitir a meninos e meninas brincar de forma livre e segura que a Yupi decidiu aposta num novo conceito de espaço lúdico infantil: a Casa de Brincar. Com isso, o local investiu em ambientes com visual e decorações mais rústicas, e equipado com jogos e brinquedos simples, que faziam a alegria de crianças de épocas passadas.

“A Casa de Brincar é inspirada numa casinha de vó, com a proposta de fazer com que as mães e crianças fossem bem acolhidas e poderem brincar à vontade”, explica Mariana Tapajós, sócia-proprietária do empreendimento ao lado de Thaís Cavalcante. Para isso, ela afirma, o local traz diversas brincadeiras livres, como escalada, casinha de madeira, escorregador e por aí vai.

“Queremos voltar a essa época mais antiga, pois acreditamos que as crianças se desenvolvem melhor dessa forma, ao contrário de muitos ambientes infantis de hoje em dia, muito coloridos, barulhentos e cheios de informação”, destaca Mariana.

Materiais e conceitos

Responsáveis por transformar a proposta da Casa de Brincar em realidade, as arquitetas e urbanistas Erika Avelino e Karla Passos, do escritório Office Arquitetura, equilibraram o ideal de sustentabilidade e a busca por materiais diferenciados.

“Por se tratar de crianças, não se podia ter um projeto 100% rústico, e por isso buscamos materiais e revestimentos para evitar acidentes. Para os brinquedos buscamos a ideia de sustentabilidade, com balanço de pneus e outras coisas bem rústicas”, explica Erika.

No grafismo, as profissionais apostaram no verde. “Introduzimos o conceito atual no anterior, com mais jardim, mais verde”, informa Erika. “É como se fosse uma extensão natural do ambiente, com árvores e plantas”.


Yupi Casa de Brincar aposta em ambiente livre e simples como o de uma ‘casa de vó’ para brincar

Em casa

O grafismo, vale dizer, é uma das soluções empregadas por Erika e Karla que podem ser aplicadas em ambientes de casas. “No quarto das crianças fica lindo”, comenta a arquiteta, citando ainda revestimentos como o piso vinílico, mais confortável para os pequenos.

Outra ideia simples e fácil de aplicar, ela aponta, é o vidro colado à parede que vira lousa. “A criança pode pintar, riscar. E pode caber em qualquer lugar”, afirma a profissional. “E depois basta passar um pano e a sujeira sai”.

Espaço infantil

O Yupi Casa de Brincar recebe crianças de 6 meses a 6 anos de vida, oferecendo espaço para atividades lúdicas e brincadeiras, inclusive ao ar livre (para crianças a partir de 1 ano e meio). O espaço tem ainda atividades de Música, Teatro e Movimento, de acordo com a faixa etária da criança. O Yupi funciona todos os dias, inclusive aos sábados, sempre das 9h às 19h. Saiba mais pelo site www.yupimanaus.com.br.

Publicidade
Publicidade