Sábado, 30 de Maio de 2020
música

Luso homenageia mães com a live 'Mulheres do Brasil' neste sábado (9)

Repertório é inteiramente com canções gravadas e interpretadas por grandes divas da música brasileira



WhatsApp_Image_2020-05-09_at_14.28.06_5D2866AC-49E9-4F12-A439-C72330A563B5.jpeg Cantor Luso promete uma noite com músicas marcantes dedicada a todas as mães (Foto: Divulgação)
09/05/2020 às 17:09

Neste sábado (9),a partir das 21h (horário de Manaus) e 22h (horário de Brasília), o cantor e compositor Luso Neto, realiza a live ”Mulheres do Brasil”, uma homenagem dedicada a todas as mães, que celebram a data neste domingo (10). A transmissão acontece pelo Instagram: @cantorluso.

Segundo Luso e equipe de produção, o show foi pensado com muito carinho como forma de agradecer a essas mulheres lindas e fortes, por todo amor e cuidado que elas nos dedicam, a cada dia.



“O repertório é inteiramente dedicado a elas. Nele, estão presentes canções gravadas e interpretadas de forma majestosa, por grandes divas da música brasileira como Leila Pinheiro, Ana Carolina, Simone, Dalva de Oliveira, Beth Carvalho, Gal Costa, Maria Bethânia, Rita Lee, Cassia Eller, Sandra de Sá, Adriana Calcanhotto, Bebel Gilberto, Marina Lima, Felicidade Suzy, Fafá, Elis, Alcione, Elza Soares, Vanessa da Mata, Marisa Monte, Pitty, e muitas outras.” Afirma Luso.

Sobre a carreira artística de Luso

O cantor e compositor Luso Moreira do Carmo Neto nasceu em Manaus (AM), em 1978, e foi sendo levado para a música por influência de seus familiares. 

Sua avó era soprano, suas tias faziam concerto de piano, o bisavô foi Luthier. Sua mãe cantava na noite o repertório da MPB tradicional: Cartola, Pixinguinha, Lupicínio, Elizeth, Maysa. Nesse período, o pequeno Luso frequentava o camarim e o palco em que sua mãe se apresentava. 
 
Em 1981, seus tios fundaram a primeira banda de forró do Amazonas, a Cheiro Verde, em que parte de seus integrantes montaram a Banda Carrapicho, do hit Tic,tic, tac  Bate Forte o Tambor (Braulino Lima). 

Até que no final de 2000, Luso venceu o concurso da Rede Amazônica que procurava “A Voz do Novo Milênio” para lançar como a revelação da música. E, em 2004, lançava seu primeiro disco, Luso Neto aos Fãs. 

O artista agora assina seu nome artístico somente como Luso. No ano de 2007, Luso grava o seu segundo álbum, Paciência. Em 2009, quando mudou-se para São Paulo, já tinha em sua bagagem dois discos e um DVD gravados e algumas de suas músicas nas paradas de sucesso das FMs manauaras, resultado de suas duas primeiras composições: Tempos e Somente pra Mim, que ficaram entre as dez mais executadas da Rádio Cidade FM, em Manaus, em 2004 e 2005. 
 
Em 2012, Luso gravou o álbum Simplesmente e lançou o trabalho em São Paulo. Em 2014, o artista começou o processo para lançar o EP Ynterkallado (2015), já contando com novos parceiros como a manager e produtora executiva, Rosane Teixeira, e o compositor e guitarrista, Fernando Mangabeira e Leo Uka.  Nesse trabalho que afirma o pop rock como a linguagem de Luso, a produção, letras e arranjos amadureceram. O EP teve início com o lançamento do single Fatal, com direito ao lançamento de um vídeo clipe. Assista em https://www.youtube.com/c/cantorluso,as faixas do EP que também já se encontram disponíveis  nas principais players digitais como Spotify, Deezer, Amazon MP3, entre  outras.
 
Em 2017, realizou do show “Tudo IncLuso” no Teatro Amazonas, onde gravou um videoclipe com a música “Flying” com a participação especial da cantora  Mirian Abad. “Tudo IncLuso” teve sua segunda edição no Rio Grande do Sul, no início de 2018 e culminou com a gravação do sucesso “Aconteceu”, gravada em parceria com Serginho Moah, da banda gaúcha Papas da Língua. Essa música foi executada em nível nacional na Rádio Mix.

Em 2018, as parcerias com Reges Bolo e Kiko Zambianchi, deram origem à primeira edição do Rock Não Tem Idade, realizado no Largo de São Sebastião e aos primeiros registros da gravação do CD “Que Vai Nos Unir”. Também em 2018, veio a participação no FECANI, onde deixou sua marca, com 4 premiações com a mesma canção, a maior de todos os tempos na categoria em que concorreu.

Em 2019, a segunda edição do Rock Não Tem Idade, trouxe para Manaus nomes como Marcão (ex Charlie Brown Jr.) e Egypcio (Ex Tihuana), show produzido em parceria com Rogério Pimenta e a produtora R.O Produções Artísticas, da manager Rosane Teixeira. Luso segue na pré-produção de seu novos projetos musicais e na pandemia tem realizado lives, com propostas temáticas diferentes, a cada semana, para entreter e se aproximar cada vez mais o público com um repertório que vai do Rock e Pop Internacional à MPB.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.