Publicidade
Entretenimento
Buzz

Mãe da Miss Amazonas 2015 diz que Sheislane Hayalla não apareceu para depor na delegacia

De acordo com Nadja Toledo, mãe e assessora da Miss Amazonas 2015, Sheislane será processada criminalmente por difamação e vias de fato (agressão física que não resulta em lesões corporais). O advogado de Hayalla diz que tentará remarcar a data do depoimento 24/02/2015 às 23:41
Show 1
Carolina Toledo compareceu à delegacia, onde fez a narrativa dos fatos e entregou toda a mídia referente ao caso
acritica.com Manaus, AM

A modelo Sheislane Hayalla, notificada para prestar esclarecimentos nesta terça (24) no 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP), não compareceu à delegacia. A informação foi confirmada pela analista judiciária Nadja Toledo, mãe e assessora pessoal da Miss Amazonas 2015, Carolina Toledo. No ato, Sheislane iria depor acerca do episódio ocorrido no concurso de beleza que aconteceu no dia 30 de janeiro, onde arrancou a coroa da cabeça da vencedora e jogou no chão. 

De acordo com Nadja, Sheislane será processada criminalmente por difamação e vias de fato (agressão física que não resulta em lesões corporais). "Fizemos o Boletim de Ocorrência logo após o concurso e o dia 24 foi a data designada pelo delegado para ela prestar esclarecimentos e não foi, apesar de ter sido devidamente notificada pelos investigadores de polícia", declara. 

Ainda segundo Toledo, Carolina compareceu à delegacia, onde fez a narrativa dos fatos e entregou toda a mídia que serve de prova. "A mídia que digo é um CD onde está gravado tudo que ela fez e falou sobre o concurso. Agora os autos irão para o Juizado Criminal", acrescentou a mãe, informando que todos os prejudicados irão processar Hayalla civil e criminalmente. 

Compromissos

O assessor e porta-voz de Sheislane Hayalla, Rodrigo Ramos, confirmou à reportagem que Sheislane realmente não compareceu à delegacia e que a modelo encontra-se em Brasília (DF) atendendo a compromissos profissionais. Conforme ele, o Boletim de Ocorrência chegou à residência de Sheislane no dia 10 de fevereiro, data em que a modelo estava em São Paulo. Na lista de compromissos, estão presenças VIP's da modelo em baladas e editoriais para catálogos de moda.

"A agenda dela se estendeu um pouco e ficamos apenas dois dias em Manaus. Voltamos para o Rio de Janeiro porque tínhamos compromissos na cidade. A Sheislane não está se esquivando de responder, ela vai responder sim, mas em uma data que coincida com a possibilidade dela ir a Manaus e que não a atrapalhe de ir nos eventos de outros Estados. Não foi possível ela cancelar os compromissos, porque eles estão em contratos fechados", pontua Rodrigo.

O advogado de Sheislane, Rogério Rezende, disse ter entrado em contato com Hayalla no último dia 23, para verificar a possibilidade da cliente estar em Manaus na data marcada para o esclarecimento. "Ela disse que talvez não fosse conseguir chegar em Manaus no dia 24. Então solicitei a agenda dela para tentarmos remarcar uma nova data com o delegado, para que ela possa depor", afirma.


Publicidade
Publicidade