Sábado, 26 de Setembro de 2020
LOCAIS

Mais espaços em Manaus reabrem para visitação pública

Circos, parques, cinemas e centros culturais na capital amazonense ganharam permissão para operar atividades



1799040_4A6197F8-4507-406F-886A-AB2A2E758B2E.jpg Galeria do Largo faz parte do circuito cultural do Largo São Sebastião (Foto: Michel Dantas/Divulgação)
30/07/2020 às 15:45

Suspensos por conta da pandemia do novo coronavírus, espaços de entretenimento da capital amazonense, como parques, circos e cinemas já têm permissão para reabrir as portas, nos termos do Decreto nº 42.550, de 24 de julho de 2020, publicado na edição de mesma data do Diário Oficial do Estado (DOE). Com a anuência do governo estadual, alguns locais dão início à retomada a partir desta quinta (30).

É o caso do Mirage Park, localizado na Avenida Mário Ypiranga, Adrianópolis, que retorna suas atividades a partir das 18h, obedecendo as diretrizes da lei, como o uso obrigatório de máscaras.



Instalado na área externa do shopping Via Norte, no Monte das Oliveiras, o FunPark também volta a operar, mas a partir de sexta (30), das 17h às 21h. Conforme informações do local, estão sendo adotadas todas as normas de segurança previstas na legislação, incluindo a instalação de totens de álcool gel e marcações de distanciamento social. Os parques estão autorizados a reabrir desde a última segunda (27), respeitando a capacidade de 50% de ocupação.

Já no sábado (01), é a vez dos circos, de acordo com o mesmo Decreto. Com medição de temperatura na entrada, o Circo Marcos Frota, localizado no kartódromo da Vila Olímpica desde o ano passado, volta a operar a partir de 17h.

Espaços Públicos

Administrados pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, a Galeria do Largo – que faz parte do circuito cultural do Largo São Sebastião, no Centro – e o Museu do Seringal Vila Paraíso – localizado a 25 minutos de Manaus, com acesso por via fluvial – também voltam a fazer da rotina da capital a partir de sexta (30). Os espaços vão funcionar em novo horário, sem necessidade de agendamento, mas com limite de até dez pessoas.

Funcionando das 15h às 20h, de terça a domingo, a Galeria retorna com a mostra permanente “Cidade de Santa Anita”, de Mário Ypiranga Monteiro, e mais seis exposições em cartaz: “Planos Íntimos”, de Sérgio Andrade; "Mitos, Medos e Mistérios", de Eunuquis Aguiar; “Os Lambes de Todo Mundo – Festival Internacional de Lambe-Lambe”, de Eraquario; “Miopia – Impressão Manauara”, de Alonso Júnior; e “Univercaos”, de Micael Santos, no Espaço Mediações.

Já o Museu do Seringal – que conta com ambientes criados para a produção do longa-metragem “A Selva” (2002), baseado no romance homônimo de Ferreira de Castro, dirigido por Leonel Vieira e estrelado pela atriz Maitê Proença – vai funcionar das 9h às 15h, de terça a sábado, com a última visita às 14h.

Alguns espaços públicos já tinham sido reabertos, atendendo ao Decreto nº 42.330, de 28 de maio de 2020, que, à época, autorizava a reabertura de parque, espaços públicos e atrações turísticas desde o dia 29 de junho. O Teatro Amazonas, o Centro Cultural Palácio da Justiça e o Palacete Provincial estão abertos para visitação turística, a partir de agendamento, desde o dia 03 de julho.
 

Repórter

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.