Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019
BILHETERIA

“Malévola: Dona do Mal” domina com bilheteria morna de US$ 36 milhões

Com Angelina Jolie no papel principal, o filme superou “Coringa”, da Warner Bros, nas bilheterias americanas



MAL_VOLA_490A7F71-9A43-448F-A9A1-796BC5632517.jpg Foto: Reprodução
21/10/2019 às 11:12

Cinco anos após a Malévola de Angelina Jolie lançar um feitiço sobre bilheterias, a encantadora vilã voltou ao topo das bilheterias dos Estados Unidos.

A produção da Disney “Malévola: Dona do Mal”, uma sequência do filme de 2014 baseado na bruxa de “A Bela Adormecida” estreou com arrecadação de 36 milhões de dólares em 2.790 cinemas dos EUA, quase metade do que o primeiro filme arrecadou em seu fim de semana de estreia (69 milhões de dólares).



Apesar de estrear abaixo das projeções antes do fim de semana, “Malévola: Dona do Mal” facilmente superou a concorrência, incluindo “Coringa”, da Warner Bros, e o estreante da Sony “Zombieland: Double Tap”.

A sequência de “Malévola” desfrutou da posição de ser uma das poucas opções para jovens espectadoras em um mercado amplamente dominado por títulos voltados para homens, como “Coringa” e “Projeto Gemini”, da Paramount. Mulheres representaram 56% das espectadoras, das quais cerca de 50% têm menos de 25 anos.

“Malévola: Dona do Mal” registrou o pior fim de semana de abertura do ano para a Disney e agora dependerá de bilheterias mundo afora para recuperar o orçamento de 185 milhões de dólares.

O filme teve exibições muito mais promissoras no exterior, arrecadando 117 milhões de dólares de uma estreia global de 150 milhões de dólares. O primeiro filme da sequência estreou com uma impressionante arrecadação de 517 milhões de dólares no exterior e outros 241 milhões de dólares no mercado doméstico.

Elle Fanning também voltou às telas na sequência, unindo-se a Michelle Pfeiffer, Ed Skrein e Chiwetel Ejiofor, estreantes na série. “Malévola: Dona do Mal” foi dirigido por Joachim Ronning (“Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar”).


Mais de Acritica.com

18 Nov
bradesco_C22DD61C-FE71-4FDD-BB1B-A5B7C048EF01.JPG

TRT11 celebra acordo de R$ 1,1 milhão entre Bradesco e ex-funcionária

18/11/2019 às 11:20

A bancária ingressou com reclamação trabalhista contra o HSBC e o Bradesco em novembro de 2016, pretendendo receber o pagamento de diferenças salariais, horas extras, tempo a disposição da instituição financeira durante as viagens, além indenização pelos danos morais sofridos no ambiente de trabalho


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.