Publicidade
Entretenimento
Vida

Malhação no rio Negro

Nas águas do Rio Negro, mulheres e homens descobrem o prazer do Stand Up Paddle (SUP), esporte cada vez mais procurado 11/03/2013 às 13:34
Show 1
O esporte conquista mais adeptos a cada dia em Manaus
ARTUR CESAR Manaus (AM)

Os praticantes de SUP  (Stand Up Paddle) estão invadindo a cidade e mudando o cenário dos rios com suas pranchas. O esporte, que faz bem tanto para o corpo quanto para a mente, tem ganhado novos adeptos graças às escolinhas de SUP localizadas nas marinas.Por preços que variam de R$ 30 a R$ 50 /  hora, é possível aproveitar o prazer de remar sobre as águas do rio Negro. Quem preferir uma aula mais personalizada, pode contratar um instrutor personal por R$ 80 /  hora.

Antes de entrar na água, os novos alunos recebem orientações básicas de como utilizar os equipamentos. Após vencer o desafio de se equilibrar sobre a prancha e sincronizar a remada - o esporte é ideal para quem quer melhorar a coordenação motora -, aproveita-se a parte mais gostosa da experiência: o contemplamento da natureza.

“É bem relaxante, tranquilo. A paz de estar em contato com a natureza é muito boa”, atestou a estudante Alaana Azevedo Freire, após sua primeira aula de SUP. Ela estava acompanhada do namorado, o funcionário público Marcelo Monteiro Magalhães, que festejava o fato de ter visto um boto bem de pertinho.

“É um programa super diferente e fácil de fazer, até mesmo para os mais sedentários”, assegura a instrutora Michelle Guimarães, da Amazon SUP. Ela confirma que o esporte caiu mesmo no gosto dos manauaras e que os grupos de praticantes têm aumentado. É preciso saber nadar, mas quem quiser, pode recorrer ao uso de coletes durante os percursos. Segundo Michelle, o peso máximo para a prática do esporte é de 110 quilos.

Equipamentos

Os equipamentos para a prática do Stand Up Paddle ainda não podem ser considerados baratos, por isso o aluguel tem feito tanto sucesso. Além disso, acomodar pranchas de quase três metros em casa ou no carro é bem complicado. Nesse caso, as infláveis têm feito bastante sucesso no mercado.

Para quem preferir alugar um local para guardar o equipamento, a Amazônia Tribal SUP, localizada na Praia Dourada, já disponibiliza esse serviço.  Dependendo do tamanho da prancha, o aluguel mensal pode variar de R$ 100 a R$ 200.

Segundo o instrutor de SUP Carlos Araújo, o Carlão, além das pranchas (que podem variar de R$ 2 mil a R$ 3,5 mil) e dos remos (que vão de R$ 200 a R$ 1,2 mil), os praticantes também precisam do strep (corda que liga a prancha ao pé do atleta). Nesse último caso, os preços variam de R$ 50 a R$ 150.

ZEN

O SUP trabalha quase todos os grupos musculares do corpo, além do sistema cardiovascular (a circulação sanguínea aumenta e, consequentemente, o batimento cardíaco e a frequência respiratória são alterados). Trata-se também de uma ótima terapia para a mente, pois durante sua pratica liberamos endorfina e serotonina, responsáveis pela sensação de bem estar e felicidade.

“É um esporte muito zen, quase uma terapia. Você limpa sua mente e passa a dar valor a coisas simples da natureza”, afirma a empresária Geyna Brelaz, que há dois anos descobriu o SUP. A identificação foi tamanha que ela resolveu comprar pela Internet sua própria prancha, no caso, uma Supflax inflável. “Feita de um material especial, ela é bem prática. Guardo numa mochila”, explica Geyna.

Outro que preferiu comprar a própria prancha foi o jornalista Rodrigo Araújo, que pela praticidade, também optou por uma inflável. Quase todo o final de semana ele bate ponto no Píer do Tropical com seu equipamento. Acompanhado da mulher e dos dois filhos, Rodrigo só vê pontos positivos na prática do SUP. “O esporte tonifica o corpo inteiro, além de ser super relaxante”, destaca. Então, bora remar!

Compra de pranchas

O empresário Maurício Barbosa, que representa em Manaus as marcas de pranchas Fanatic, JP Australia e Bic – consideradas as melhores do mundo -, afirma que a cidade tem as condições favoráveis para a prática do SUP: temperatura alta o ano inteiro e águas tranquilas. “O SUP é muito bom para queimar calorias e um excelente exercício isómetrico para todo o corpo. As mulheres mostram mais facilidade em aprender, uma vez que seu centro de gravidade é mais baixo que o dos homens”, observa Maurício. Com tudo a favor, o esporte tende a crescer a remadas largas.

Serviço:

Prof. Carlão  9128-4425

Amazon SUP  8117-8089 / 9974-0950

Amazônia Tribal SUP  9988-5479 / 9122-0702

Maurício Barbosa  9118-4145 / 8138-4496/ mauriciowind
@gmail.com

Publicidade
Publicidade