Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2021
teatro

‘Maloca de Palhaç@s’ volta em novo formato e com programação ampliada

Projeto voltará em agosto com programação ampliada, em formato totalmente virtual e acesso gratuito



roda_na_pra_a__1__06A8CB18-FFCF-4806-B3CA-B51A427C3EAA.jpg Foto: DIvulgação
16/07/2020 às 15:31

Depois de ser suspenso em março por conta da pandemia, o projeto “Maloca de Palhaç@s” voltará no próximo mês com programação ampliada e em formato totalmente virtual. As atividades do novo módulo, que incluem oficina e espetáculos, serão realizadas de forma gratuita pela plataforma Zoom, entre os dias 10 e 23 de agosto. As inscrições podem ser feitas pelo link https://bit.ly/malocaAM.

Idealizada pela Fitacrepe Filmes e Artes Cênicas e contemplada no edital do Prêmio Manaus de Conexões Culturais 2018, a iniciativa promove o intercâmbio entre mestres e aprendizes da arte da palhaçaria, de Manaus e de outras regiões do país, aproximando essa linguagem do grande público.



De acordo com a coordenadora do projeto, Ana Oliveira, a necessidade de distanciamento social afetou a todos, mas especialmente as artes e os artistas, que tiveram que buscar novas estratégias para seguir trabalhando. 

“Nosso trabalho não existe sem presença física e aglomeração. Ou pelo menos não existia. Estamos sendo obrigados a nos reinventar e aproveitar os recursos tecnológicos disponíveis”, disse.

Para ela, o formato digital é desafiador para quem atua na palhaçaria, uma arte que acontece no encontro com o público, mas o novo formato também abre outras perspectivas para os artistas e para a plateia.

“Ter essa oportunidade de adaptar o ‘Maloca’ para uma versão digital é muito importante, pois movimenta uma cadeia de produção que segue sem muita perspectiva até que todos tenham acesso a uma vacina e permite o fomento e difusão da palhaçaria, que ajuda na reconstituição do nosso tecido emocional - tanto de quem faz quanto de quem assiste. E nesses tempos tão sombrios, que sejamos focos de luz cultivando a leveza e a alegria”, afirmou Ana Oliveira.

MOSTRA SELMA BUSTAMANTE

Uma das novidades do novo módulo do projeto será a Mostra Selma Bustamante, que homenageará a artista paulista e de coração amazonense, falecida em 2019.

“Será uma humilde homenagem a ela, que foi nossa grande mestra palhaça na cidade por muitos anos. Sempre disposta a ceder seu tempo e sua casa para nos incentivar a seguir na arte, seguir palhaceando. Como o foco do projeto é esse caráter formativo, nada mais justo de tê-la conosco”, explicou Ana Oliveira.

A mostra exibirá o último solo da palhaça Kandura, “Se essa rua fosse minha”, além do espetáculo “Interditado”, dirigido por Selma e encenado por Karine Magalhães, e de uma apresentação do projeto “Roda na Praça”, que contou com a participação da homenageada desde 2017.

MAIS ESPETÁCULOS

A agenda do “Maloca de Palhaç@s” terá, ainda, a exibição do espetáculo “Qual a graça de Laurinda?”, do grupo paranaense Triolé. Encenado pelos atores Alexandre Simioni e Gerson Bernardes, o espetáculo mostra dois palhaços que disputam o coração de uma palhaça que só existe na imaginação deles. 

A montagem, concebida para todas as idades, é inspirada na linguagem do desenho animado. Os personagens contam a história sem falas, apenas com a linguagem corporal.

Seguindo o formato dos cabarés circenses, o projeto “ClownBARÉ” também volta à programação do “Maloca de Palhaç@s”, reunindo os participantes da oficina em uma apresentação única e especial.

FORMAÇÃO

O novo módulo do “Maloca de Palhç@s” contará com a oficina “As sutilezas da palhaçaria em ambientes vulneráveis”, que será ministrada por Gerson Bernardes, do Plantão Sorriso, projeto que desenvolve desde 1996 trabalhos com arte e humanização em hospitais pediátricos de Londrina (PR).

A oficina será realizada de 10 a 21 de agosto (segunda, quarta e sexta), das 18h30 às 21h, por meio da plataforma Zoom. As inscrições podem ser feitas até o dia 2 de agosto no link https://bit.ly/malocaAM.

Especialmente voltada para palhaços e palhaças voluntários que atuam em hospitais e abrigos de Manaus, a atividade busca entender e compreender a potência que a palhaçaria pode construir em ambientes onde se encontram pessoas em situação de vulnerabilidade, que tem o seu eixo alterado e ampliado em tempos de isolamento social. Entre os pontos a serem trabalhados estão a confiança, comunicação não verbal, empatia, não automatização e cuidado com o cuidador.

 SERVIÇO:

O quê: Oficina “As sutilezas da palhaçaria em ambientes vulneráveis”, com Gerson Bernardes

Quando: 10, 12, 14, 17, 19 e 21 de agosto, das 18h30 às 21h

 

O quê: Espetáculo “Qual a graça de Laurinda?” (PR)

Quando: 22 de agosto, às 20h

 

O quê: Espetáculo “ClownBARÉ”

Quando: 23 de agosto, às 17h

 

Onde: Todas as atividades serão exibidas pela plataforma Zoom

Quanto: Gratuito

 

MOSTRA SELMA BUSTAMANTE

O quê: “Se essa rua fosse minha”

Quando: 11 de agosto, às 20h

 

O quê: “Interditado”

Quando: 13 de agosto, às 20h

 

O quê: “Roda na praça”

Quando: 15 de agosto, às 20h

 

Onde: Todos os espetáculos serão exibidos pela plataforma Zoom

Quanto: Gratuito

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.