Publicidade
Entretenimento
Vida

Marcas apostam nas gladiadoras para o Verão 2016, mas o uso do calçado requer certo cuidado

Belas e traiçoeiras como os guerreiros da Roma Antiga, as sandálias gladiadoras devem ser usadas com cautela para não "derrotar" um look em potencial. Veja dicas 14/08/2015 às 17:34
Show 1
A Santa Lolla se inspirou nos anos 70 para a coleção do Verão 2016 que traz gladiadoras de salto e sandálias com amarrações
Lucy Rodrigues Manaus (AM)

Inspiradas nos calçados dos guerreiros da Roma Antiga, as sandálias gladiadoras vieram como a grande aposta para o verão 2016 nas semanas de moda e agora, em pleno verão amazônico, estão saindo dos armários para ganhar as ruas. Elas combinam perfeitamente com looks mais frescos e modernos que as altas temperaturas exigem. Porém, assim como os guerreiros que as usavam, as peças hoje disponíveis em vários modelos, cores e tamanhos, podem ser bem traiçoeiras, sendo capazes de "derrotar" completamente um bom look em potencial. Para não errar, o VIDA&ESTILO pediu ajuda da consultora do Senac Moda Informação de São Paulo, Denise Morais, que deu várias dicas para quem quer usar o calçado sem medo e “ir à luta”.

“As versões flat, com amarração na altura do tornozelo, ficam perfeitas em tons naturais, em couro e são ótimas para usar durante o dia, com shorts, macaquinhos, saias flare, jeans ou de tecidos naturais e rendas de algodão. Também caem bem com vestidos longos estampados ou em tricot rendado. Acompanham a tendência Boho e Gipsy nos vestidinhos tipo cigana e com batinhas”, indica.

As de camurça preta, com tassels pendurados (aquelas franjinhas étnicas) e saltos altos, segundo Moraes, compõem um look glamuoroso com vestidos bodycon, em bandagem ou em produções com renda e transparências. “Já a versão gladiadora longa e com salto baixo fica perfeita com vestidinhos retrô anos 60”. Entre as principais escorregadas na produção, a consultora de estilo frisa o uso do modelo inadequado e que não valoriza o biotipo de cada mulher.

 “Com certeza o foco geral é nas pernas. Então as mais gordinhas devem evitar usar as flats e optar por tiras largas nos tornozelos para esconder gordurinhas. O salto ajuda a alongar. As muito magras devem optar pelo modelo longo em cor sempre contrastante com a pele, para ajudar a encorpar a batata da perna. Pernas muito grossas, pessoas baixas e mais cheinhas não ficam bem com gladiadora muito apertada e sem salto”, aponta.

Verão 2016

A tendência do uso de gladiadoras continua forte e é aposta de muitas marcas para o Verão 2016. Esta semana a Dumond anunciou as novidades da linha assinada pela blogueira  Camila Coutinho que chega às lojas em agosto e traz gladiadoras e sandálias com amarrações e vazadas de saltos grossos, no estilo anos 70.

A Santa Lolla também mergulha nas referências sofisticadas dos anos 70 e na exuberante cultura da Índia para a nova coleção que também chegará este mês às lojas, trazendo amarrações e franjas.

Da mesma forma, Schutz e  Carmen Steffens se inspiram em amarrações e nos anos 70 em seus previews de Verão 2016.

Também antenadas nas tendências, as marcas Arezzo, Colcci, Gallerist, OQVestir, Petite Jolie e Zattini trazem as gladiadoras com opções para o dia a dia, noite e final de semana, entre o mix de produtos das coleções de Verão 2016. Os modelos trazem versões em tons terrosos, off white, preto e dourado. Destaque para os modelos com salto, que garantem mais charme nas produções.

Dicas da consultora:

• Como essas peças chamam muita atenção, é melhor ter cuidado nos acessórios para não carregar o visual. A consultora Denise Morais indica o uso de clutches, bolsas pequenas com franja em look boho para as mais jovens e bolsas saco .

Há alguns tons mais fáceis de combinar e alguns que devem ser evitados. Segundo a profissional, tons naturais e preto são os melhores para fazer combinações. As douradas ficam ótimas na versão rasteira. Evite cores marcantes e brilhos nas mais longas, pois podem parecer acessório de fantasia, com exceção as que têm salto e forem delicadas.

As gladiadoras privilegiam as mulheres mais altas ou com as pernas mais longas e finas, já que elas tendem a achatar e cortar a silhueta, então os modelos de cano médio e alto não devem ser usados por mulheres que tenham pernas curtas e grossas.

Como as tiras altas trazem um estilo mais pesado e estruturado ao look, a dica é combiná-las, principalmente, com shorts jeans e saias larguinhas para um contraste atemporal.

Publicidade
Publicidade