Terça-feira, 21 de Maio de 2019
Produtos chics a preços convidativos

Marcas exclusivas de moda e design a preços acessíveis

O conceito de luxo acessível pode ser encontrado em uma das ruas mais badaladas de São Paulo, a Oscar Freire



1.jpg
O luxo a preços acessíveis
16/01/2013 às 14:35

SÃO PAULO - Instalado em uma das ruas mais badaladas de São Paulo, o Mercadinho Chic da Oscar Freire colhe os frutos de um conceito plantado há mais de quatro anos pelos sócios Jair Mercanzini e Camilo Sabbagh: o do luxo acessível. Hoje com cerca de 100 marcas de moda e design do País inteiro se revezando em exposição, o local oferece produtos exclusivos e personalizados, com enorme valor agregado, a preços mais baixos que os praticados pela maioria das lojas ao seu redor. Um verdadeiro oásis!

Marcas como a de moda praia Caroline Kuchkarian e de acessórios Adriana Monaco, Byzetto e Virginia Moretti, além das bolsas diferenciadas da Nous, são alguns dos “achados” que podemos encontrar no número 720 da Oscar Freire. “Somos o que podemos dizer de um verdadeiro oásis de criatividade dentro da Oscar Freire, oferendo um conceito quase artesanal ao segmento de luxo da cidade”, explica Jair Mercanzini. Mas nada que lembre alguma feira hipe, brinca o sócio do Mercadinho Chic. Tudo ali passa por uma rigorosa curadoria entes de entrar em exposição.

Ex-estilista de marcas como Ellus e Colcci, Jair conta que a ideia de montar o negócio veio de um histórico pessoal. Foi ele um dos fundadores do Mercado Mundo Mix, que fez sucesso nos anos 90 com a exposição de produtos diferenciados em segmentos como moda, design, ditando comportamento e tendo lançado inúmeras marcas no cenário nacional. “Um celeiro de criadores”, lembra Jair.

Locação diferenciada

Outra paixão do empresário é a busca por locações diferenciadas. Morador da área, ele conta que, de cara, ficou interessado “naquele antigo beco sem saída”  localizado na Oscar Freire, onde nos anos 80 funcionava o famoso Clube Rose Bombom. “O local me inspirou a criação do Mercadinho Chic”, conta.

Em 2008, quando tudo começou, o Mercadinho instalado na rua Oscar Freire funcionava apenas as sextas e sábados. O projeto foi ganhando corpo e reconhecimento dentro do segmento de luxo da cidade - um senhor feito, diga-se de passagem - e hoje funciona todos os dias, sendo os domingos destinados a exposição de arte, decoracão e design manual.

De segunda a sábado, é a vez dos expositores de moda e acessórios se revezarem. Nesse caso, as marcas que trabalham de segunda a quarta sedem os pontos para outras de quinta a sábado. “Num processo bem democrático”, enfatiza Jair. O sucesso da ideia acompanhou a tendência das Pup Up Stories, lojas com prazo de validade pré-estabelecido.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.