Quinta-feira, 23 de Maio de 2019
MÚSICA

Maria Gadú encerra turnê de seu álbum 'Guelã - Ao vivo' no Teatro Manauara

Show está marcado para acontecer no próximo sábado, dia 2 de setembro, a partir das 21h. Ingressos já estão à venda



BV0131-3F.jpg
(Foto: Divulgação)
30/08/2017 às 19:44

A capital amazonense foi escolhida como ponto final da “Guelã - ao vivo”, última turnê da cantora paulista Maria Gadú. O show está marcado para acontecer no próximo sábado, dia 2 de setembro, no palco do Teatro Manauara, a partir das 21h. Os ingressos já estão disponíveis na bilheteria do teatro e no site aloingressos.com, a partir de R$ 60.

A turnê faz parte do roteiro de divulgação do terceiro álbum da cantora e compositora, intitulado “Guelã” (gaivota, em crioulo), definido como um processo de mutação em sua carreira. “Todo mundo começa a consumir outras coisas, você fica com outras responsabilidades, isso te abre outro tipo de vocabulário, inclusive. Isso tudo traz outro tipo de assunto. Eu tenho outras questões hoje em dia”, afirma a cantora. O álbum foi lançado em 2015 após um período de quatro anos sem material inédito.

Intimista e ousado, Gadú considera “Guelã” seu álbum mais pessoal. Os shows da turnê possuem um tom mais escuro e com poucas luzes. 

O registro oficial do espetáculo foi lançado em CD e DVD “Guelã - ao vivo”, que chegou às lojas no final do ano passado. “Guelã - ao vivo” é composto pelo show, realizado em 
São Paulo, minha terra natal, um doc sobre o processo criativo que intitulamos “A terceira asa” e um videoclipe da canção “Trovoa”, explica a cantora.

No palco, Maria Gadú conta com a participação do violoncelista Federico Puppi, do baixista Lancaster Pinto e do baterista Felipe Roseno para recriar o ambiente introspectivo de “Guelã”, executando todas as suas principais composições e dando uma cara para seus novos sucessos “Bela Flor”, “Altar Particular”, “Axé Acapella” e “Laranja”.

“Eu quis tudo no escuro como é quando eu fico sozinha. Então, o show foi meio diferente, pesado, áspero, escuro. Deve ser tipo voar à noite, né? Aí, nasceu o show, o álbum, eu nasci. Agora eu era a ave. A ave que queria tocar guitarra elétrica. Eu tinha medo, tinha nada e a gente foi”, diz Gadú.

Serviço

O quê:  Guelã - Ao vivo, de Maria Gadú

Quando:  2/9, às 21h 

Onde:  Teatro Manauara, avenida Mario Ypiranga Monteiro, 1300 – Adrianópolis)

Quanto:  R$60 (meia) e R$120 (inteira) na bilheteria ou aloingressos.com.br


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.