Publicidade
Entretenimento
Buzz

Médico de Michael Jackson sai da cadeia após cumprir metade da pena

Murray, de 60 anos, cumpria pena na prisão central de Los Angeles, foi beneficiado com a aplicação de uma nova lei penitenciária na Califórnia 28/10/2013 às 13:45
Show 1
Michael Jackson
acritica.com ---

Conrad Murray, médico condenado pelo homicídio do cantor Michael Jackson, deixou a prisão na madrugada desta segunda-feira (28) após ter cumprido a metade de sua pena de quatro anos.

Isso porque, Murray, de 60 anos e que cumpria pena na prisão central de Los Angeles, foi beneficiado com a aplicação de uma nova lei penitenciária na Califórnia, a qual permite que os reclusos não perigosos descontem um dia da pena para cada dia de boa conduta, um fato que, na prática, reduziu sua condenação pela metade.

Michael Jackson morreu no dia 25 de julho de 2009 por uma overdose de anestésicos que usava para dormir, um medicamento que era fornecido por Murray, quem foi contratado em um acordo com a promotora AEG para ser o médico particular do "rei do pop" em sua turnê em Londres.

Publicidade
Publicidade