Publicidade
Entretenimento
Sinais parto

Médico orienta gestantes sobre sinais que indicam a hora de ir para a maternidade

Data provável do parto pode ser calculada o que facilita o monitoramento da hora adequada para que a futura mamãe seja encaminhada à maternidade 25/01/2013 às 10:10
Show 1
É muito importante que a gestante saiba reconhecer os sinais que indicam que chegou a hora de ir para a maternidade
acritica.com Manaus

Com 38 semanas, o bebê já apresenta sinais de maturidade, podendo nascer caso a mulher entre em trabalho de parto espontâneo. A afirmação é do ginecologista e obstetra Alberto Jorge Guimarães que explica que mesmo assim, a maioria dos bebês nasce por volta das 40 semanas, mas a espera pode chegar a 42 semanas “ desde que o bem estar da mãe e do bebê sejam muito bem monitorados”.

Doutor Alberto explica que o cálculo da data provável do parto é feito a partir do primeiro dia da menstruação, quando se tem conhecimento desta, ou com o uso de ultrassonografia de primeiro trimestre. De posse destas informações, é fundamental que a futura mamãe esteja informada sobre certos sinais que indicam a hora certa de ir para a maternidade.  “É muito importante que a gestante saiba reconhecer os sinais que indicam que chegou a hora de ir para a maternidade: presença de contrações uterinas ritmadas, duas a cada 10 minutos, com duração de 40 segundos a 1 minuto, podendo ocorrer ou não, a rotura da bolsa das águas, com saída de líquido amniótico que "escorre" pela perna ou sangramento vaginal anormal”, alerta o médico.

O médico afirma que,apenas de cinco a 10% das mães de primeira viagem chegam até a 42 ª semana. Segundo ele, o importante é o bom acompanhamento da gestação neste período, com adequada observação da movimentação fetal, monitoramento do perfil biofísico fetal, com avaliação de líquido amniótico e dos batimentos cardíacos de maneira mais frequente. 

O obstetra e explica que o bebê de 42 semanas apresenta algumas particulares que podem ser observadas como descolorações na pele ou pele com tonalidade amarelada, com partes secas, descamação ou uma irritação avermelhada, unhas longas e cabelos abundantes, mas isso é completamente inofensivo, afirma.

Alberto Jorge é um defensor do parto humanizado (www.partosemmedo.com.br) e reforça a importância do desencadear espontâneo do trabalho de parto. “Quando isto ocorre, provavelmente teremos um neném que nascerá com as condições respiratórias adequadas, poder de sucção para amamentar, maturidade dos mais de 70 diferentes reflexos primitivos, indo provavelmente de alta com a mãe.A um lher que acabou de cumprir esta etapa na vida, se sente feliz e recompensada, pois  seu papel de gerar e parir foram plenamente realizados”.


Publicidade
Publicidade