Publicidade
Entretenimento
Vida

‘Meu passado me condena’: Fábio Porchat e Miá Mello estrelam comédia baseada em série de TV

O longa-metragem estreia no próximo dia 25 de outubro nas salas de cinema de Manaus 14/10/2013 às 17:44
Show 1
O filme é uma adaptação da série de mesmo nome que já vinha fazendo sucesso na TV fechada
JORNAL A CRÍTICA* Manaus (AM)

A produtora Mariza Leão descobriu o caminho do sucesso com o filme “De pernas para o ar” e sua sequência, bem recebidos pelo público brasileiro que gosta do estilo comédia. Pois agora ela direciona as baterias para o segmento da comédia romântica com o lançamento, no dia 25 de outubro, de “Meu passado me condena – O filme”.

O longa-metragem chega a 350 salas das principais capitais do País, incluindo Manaus, mercado que vem crescendo e aparecendo junto aos produtores de cinema brasileiros, na hora de definir a estratégia de divulgação e operação de um novo produto.

“Meu passado me condena – O filme” é uma adaptação da série do mesmo nome que já vinha fazendo sucesso na TV fechada, pelo canal Multishow (parceiro na empreitada para o cinema) e conta a história de Fábio e Miá, casal que vai passar a lua de mel em um cruzeiro, onde vivem altos e baixos, pois se conhecem há pouco mais de um mês.

Proposta irrecusável

A produtora Mariza Leão recebeu, no ano passado, a proposta de adaptar um roteiro para o cinema, com uma condição: as filmagens aconteceriam durante um cruzeiro, entre o Brasil e a Itália. Desafio feito; era a hora de levantar R$ 3,6 milhões, custo total do filme, apoios, muita logística e planejamento.


Mariza foi buscar na filha, Julia Rezende, que já dirigia a série de TV no canal Multishow, a parceria perfeita. Reuniram um elenco jovem, mas eficiente, com reforço de alguns veteranos como Stepan Nercessian e Inez Viana.

O grande desafio foi filmar durante um cruzeiro marítimo. A pré-produção incluiu uma viagem, pelo litoral do Brasil, para saber como funcionava a coisa. Durante as filmagens, entre março e abril deste ano, eles tinham algumas horas para filmar em um cassino, por exemplo, e não podiam contar com muitos figurantes profissionais. Apenas na chegada à Bahia foi permitida a entrada de mais brasileiros para compor o cenário de uma festa a bordo.

As filmagens aconteceram no primeiro semestre deste ano, entre o Rio, Bahia, Marrocos e Itália e, claro, a maioria das cenas no navio Costa Favolosa – que recebia normalmente uma clientela de 3.000 pessoas mais 1.000 de tripulação.

Nada que a produção não tenha tirado de letra. Como não podia contar com figurantes “profissionais”, a produção do filme teve que apelar para a conquista dos passageiros – muitos deles atuaram como figurantes em atividades e festas no navio. No final, a filmagem passou a ser uma atração no cruzeiro.


Lançamento

Para a produtora Mariza Leão, a abertura de mais salas de cinema aqueceu o mercado nas capitais da região Norte: “Hoje em dia Manaus e Belém são praças importantes para qualquer filme brasileiro”, afirmou. “Meu Passado me Condena – O Filme” conta a história da lua de mel de Fábio (Fábio Porchat) e Miá (Miá Mello), que se conhecem há apenas um mês e resolvem se casar.

A viagem acontece em um cruzeiro do Rio de Janeiro até a Europa, onde ela reencontra seu ex-namorado, o bem-sucedido Beto (Alejandro Claveaux), que está casado com a estonteante Laura (Juliana Didone). Para complicar, a moça é uma antiga paixão não correspondida de Fábio. Atrapalhados com essa coincidência, Fábio e Miá vivem situações cômicas e embaraçosas que podem arruinar o casamento.

O filme chega às salas das principais capitais do País no dia 25 de outubro, incluindo o circuito de estreias em Manaus.  É uma realização da produtora Mariza Leão, Paris Filmes, Globo Filmes, RioFilme, Telecine,  Multishow e Atitude Produções.

*A equipe de reportagem do A CRÍTICA foi convidada para a exibição exclusiva do filme para a imprensa, em São Paulo, na última quinta (10).

Publicidade
Publicidade