Publicidade
Entretenimento
Campanha contra DST/aids

Ministério da Saúde lança campanha de prevenção às DST/AIDS para o carnaval

Com o tema “ A vida é melhor sem aids. Proteja-se. Use sempre a camisinha” , campanha é voltada para população sexualmente ativa 31/01/2013 às 13:27
Show 1
Campanha tem como público-alvo população sexualmente ativa
acritica.com Manaus

Chamar a atenção para a diferença que faz o uso do preservativo na hora da relação sexual.  Este é o grande objetivo da campanha de prevenção às DST/aids que foi lançada na manhã desta quinta-feira (31) pelo Ministério da Saúde, na quadra de esportes do Morro dos Prazeres, em Santa Tereza, no Rio de Janeiro.

Com o tema “ A vida é melhor sem aids. Proteja-se. Use sempre a camisinha”, a campanha é voltada para o a população sexualmente ativa. O lançamento contou com a participação do secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa, que representou o ministro da Saúde, Alexandre Padinha, na cerimônia.

O Ministério da Saúde lançou nesta quinta-feira (31) a campanha de prevenção às DST/aids para o carnaval deste ano. Com o tema “A vida é melhor sem aids. Proteja-se. Use sempre a camisinha”, a campanha pretende chamar a atenção para a diferença que faz o uso do preservativo na hora da relação. O secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa, representou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, na cerimônia de lançamento, na manhã de hoje, na quadra de esportes do Morro dos Prazeres, em Santa Teresa, no Rio de Janeiro.

Durante  o lançamentoa, o secretário destacou a importância da campanha para conscientizar a população na adoção das medidas de prevenção. “Os jovens de hoje não viram tantas personalidades morrerem de aids nos anos 80”, observou Barbosa. Ele lembrou que a doença ainda mata 12 mil pessoas por ano, no Brasil.

Segundo o secretário, campanha é de fundamental importância para intensificar a prevenção à DST/aids. Ele chamou a atenção para pesquisas divulgadas, nos últimos anos, que mostram uma queda no uso da camisinha de 58% para 49% , em todas as faixas etárias, nas relações com parceiros casuais.

O Ministério enviou aos estados e municípios brasileiros mais de 68,6 milhões de unidades de preservativos para serem distribuídos no período do carnaval. “Queremos reforçar que o uso da camisinha deve ser um hábito e pode até melhorar a relação. É preciso desconstruir o imaginário popular de que fazer sexo sem o preservativo é melhor”, destacou o diretor do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, Dirceu Greco.

A campanha também terá anúncios em outdoor, busdoor, taxidoor, esteiras de aeroportos, abrigos de ônibus e blimps (balões). Foram produzidos três jingles para serem veiculados nas rádios – um em ritmo de axé, cantado por Carlinhos Brown, outro de samba e outro de frevo. 


Publicidade
Publicidade