Publicidade
Entretenimento
MISS BRASIL

Miss Amazonas 2018 fala da expectativa para o Miss Brasil, que acontece hoje (26)

Experiente em concursos, Mayra Dias já ficou em terceiro lugar do concurso Reina Hispanoamericana 2016, que elege a mais bela latina. Miss Brasil 2018 inicia às 21h30 deste sábado (26) pelo horário de Manaus 26/05/2018 às 14:19 - Atualizado em 30/05/2018 às 09:04
Show jhonne
(Foto: Jhonne Almeida/Divulgação)
Laynna Feitoza Manaus (AM)

Muitas tentativas, vitórias, derrotas, dedicação, comprometimento e crescimento pessoal compõem a trajetória de Mayra Dias, a Miss Amazonas 2018. Às vésperas do Miss Brasil Be Emotion, que coroará hoje (26) a mulher mais bela do Brasil, a morena nascida em Itacoatiara faz questão de afirmar que os concursos dos quais participou, os títulos conquistados e principalmente as pessoas que fazem parte dessa trajetória também contribuem para a sua caminhada. 

Mayra é formada em Jornalismo, pós-graduada em Assessoria de Imprensa, técnica em Rádio e TV e apresentadora de um programa local em Manaus. Assim como o vasto currículo, a experiência dela no mundo miss é invejável. Uma das mais marcantes envolve a sua participação no concurso de beleza internacional Reina Hispanoamericana 2016, que visa eleger a mais bela latina, e que sagrou Mayra ao terceiro lugar. Além disso, Dias foi finalista do Miss Mundo Brasil 2015.

“O que me motivou foi o desafio, uma vez que eu comecei a participar dos concursos por influência de amigos e familiares. O que me encanta? O aprendizado! Os concursos me ajudaram a me tornar uma mulher mais segura, confiante, disciplinada e consciente do meu papel na sociedade”, pontua ela, que disputou o Miss Amazonas Universo duas vezes, antes de finalmente vencer o certame. “Houve um amadurecimento em todos os aspectos da minha vida”, disse a moça de 26 anos.

Confinamento

Mayra está confinada junto às outras 26 candidatas do Miss Brasil desde o dia 17 de maio no Rio de Janeiro, para cumprir o circuito de pré-atividades do concurso. Antes de entrar no confinamento, ainda em Manaus, ela seguiu uma rotina de atividades que envolveram exercícios aeróbicos, dieta, aulas de passarela e oratória, e tratamentos estéticos faciais e corporais, tudo com acompanhamento de profissionais. “Foi uma rotina de preparação intensa para poder representar bem o Amazonas”, destacou ela. 

Desde que chegou ao confinamento, Mayra viveu 10 dias de muitas atividades que reforçou a preparação iniciada em Manaus: aulas de passarela, ensaios de coreografia, jantares, entrevistas com jurados, desfile em traje de banho, prova de discurso, teste fotográfico e etc. Essa edição teve um plus especial: a criação do quadro Fala Miss: uma série de entrevistas feitas pela Miss Brasil 2017, Monalysa Alcântara, com as candidatas de todos os estados. Os episódios foram hospedados na página oficial do concurso no Youtube.

Além das entrevistas com as candidatas, o Fala Miss também registra as atividades das misses durante o confinamento. “Todas as atividades são filmadas e sendo compartilhadas através de quatro episódios no canal do Miss Brasil Be Emotion no Youtube. O objetivo é permitir que as pessoas de casa acompanhem um pouco mais a nossa rotina aqui no confinamento”, diz Dias.

A Miss Amazonas alega que não haverá apresentação de traje típico nesta edição do concurso. “Teremos desfile de moda casual, traje de banho (maiô e biquíni) e desfile em traje de gala. O que eu posso adiantar é que estamos ensaiando bastante pra apresentarmos um concurso bem legal pra quem for prestigiar (seja ao vivo ou pela TV)”, adianta. O Miss Brasil Be Emotion acontece hoje (26), a partir das 21h (horário de Manaus). O concurso será transmitido pela Rede Bandeirantes.

Personalidade

Com 1,75 cm, 56 kg e inglês básico, Mayra possui longos cabelos negros que chamam atenção por onde ela passa. Dias cuida de sua beleza apenas administrando uma alimentação saudável sempre que possível, usa água termal e protetor solar na pele, além de ingerir muita água para manter a pele sempre hidratada. 

Sobre os direitos das mulheres, tema fortemente debatido no mundo miss atualmente, Mayra aponta que acredita na sororidade (sentimento de irmandade entre as mulheres). “Penso que nós mulheres precisamos ser confiantes, conscientes do nosso papel e devemos lutar pelos nossos objetivos (sejam quais forem). Se eu puder influenciar (dar voz) às mulheres dessa forma será realmente incrível”, conta.

Mayra então segue na missão de quebrar o jejum de 61 anos em que o estado se encontra no concurso – a primeira e última Miss Amazonas a ser Miss Brasil foi Terezinha Morango em 1957, sendo a vice-Miss Universo daquele ano. Sobre as tradições, a morena entende que toda e qualquer uma delas têm seu valor e deve ser respeitada, mas também entende que as mudanças existem e nos permitem ir para frente. 

“Eu quero fazer sempre aquilo que me faz feliz, que me faz bem e é por isso que estou aqui hoje. Se eu puder proporcionar essa felicidade para o povo do meu estado conquistando o título de Miss Brasil Be Emotion, por mim e por eles, serei e farei muita gente feliz”.

Publicidade
Publicidade