Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019
Buzz

Miss Amazonas Carol Toledo desiste de processar Sheislane por arrancar sua coroa

'Foi um episódio superado, o caso foi encerrado', afirmou Carol Toledo que tomou a decisão em conjunto com sua família e os coordenadores



1.gif A Miss Amazonas anunciou que iria mover processo judicial contra a vice colocada do concurso
03/02/2015 às 17:20

Eleita na última sexta-feira (30) a nova Miss Amazonas Carolina Toledo teve sua coroa arrancada do cabelo num ataque de fúria da segunda colocada Shislane Hayalla. A vice acusou o concurso de fraude e que Carol Toledo teria comprado o título de Miss Amazonas 2015. O caso ganhou repercussão da mídia nacional e internacional e o vídeo foi veiculado incessantemente na internet e exibido em diversos noticiários da televisão.

Em resposta ao ocorrido, Carolina Toledo teria afirmado que iria entrar com processo judicial contra a segunda colocada e voltou atrás na sua decisão. Segundo ela, a desistência por levar o assunto à esfera judicial foi tomada em conjunto com os coordenadores do concurso e seus familiares.

"Por enquanto vamos deixar a poeira baixar, a confusão passou. Foi um episódio superado. O caso foi encerrado", disse Carolina para o portal EGO. "Estou tranquila agora. Lutei muito para conquistar esse título e foi um sonho realizado", concluiu.

Carolina também afirma que agora o objetivo é focar no próximo concurso. "Vou me dedicar ao Miss Brasil que ainda não tem data marcada. A minha preparação já começou: idas a academia, tratamentos estéticos, idas ao nutricionista, ao dermatologista e uma agenda de compromissos a seguir."

A Miss Amazonas disse desconhecer o motivo que levou Sheislane a acusá-la de ter comprado os jurados para ganhar o título. "Quem tem que responder isso é ela. Não sei o que se passou no momento em sua cabeça. Ela precisa provar."



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.