Quinta-feira, 25 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
Pete Cosey
publicidade
publicidade

Buzz

Morre aos 68 anos o guitarrista de jazz e blues Pete Cosey

Cosey fazia parte da banda do estúdio Chess Records, em Chicago, nos anos 60, e lá tocou no disco “Electric Mud”, de Muddy Waters, e em “Howlin’ Wolf Album”, de Howlin’ Wolf


10/06/2012 às 18:32

O guitarrista Pete Cosey, que gravou com Miles Davis, Howlin’ Wolf e Muddy Waters morreu aos 68 anos. A informação foi confirmada pela filha do músico, Mariama Cosey.

Cosey fazia parte da banda do estúdio Chess Records, em Chicago, nos anos 60, e lá tocou no disco “Electric Mud”, de Muddy Waters, e em “Howlin’ Wolf Album”, de Howlin’ Wolf. Cosey trabalhou também ao lado de Etta James e Chuck Berry.

publicidade

Ele usou sua criatividade nas cordas e ajuste das guitarras, e inovou também no uso do pedal de distorção. Ele começou a desenvolver seu som único ainda adolescente no Arizona.

Suas experiências de sons chamou a atenção de uma das lendas do jazz, Miles Davis.

Em uma entrevista ao site “The Last Miles”, Cosey disse que Davis o procurou e disse a ele que o queria na frente da banda, e que ligasse o volume da guitarra no máximo.

Cosey tocou com Davis em diversos álbuns nos anos 70, como “Dark Magus”, “Agharta”, e “The Complete on the Corner Sessions”. Ele participou também do documentário “The Blues: A Musical Journey”, de Martin Scorsese.

A filha de Cosey disse que para seu pai, a música era uma linguagem. “Ele me ensinou que a música não é um gênere específico. É uma maneira com que as pessoas ao redor do mundo se comunicam. Não era sobre ser negro ou branco, mas era sobre fazer notas universalmente”.

publicidade
publicidade
Homem morre e mulher fica presa em ferragens em acidente na Av. Brasil
Ônibus colide contra poste após tentar desviar de carro na avenida Brasil, na Compensa
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.