Publicidade
Entretenimento
Vida

MPB toma conta da praça Heliodoro Balbi nesta quarta (21)

Artistas com trabalho autoral se apresentam no projeto musical “Esquina”, que é promovido há 10 anos pelo Sesc-AM 19/08/2013 às 19:25
Show 1
Lucevilson de Souza promete música autoral e MPB nordestina ao público
VINICIUS LEAL Manaus (AM)

A praça Heliodoro Balbi (antiga praça da Polícia), na avenida 7 de Setembro, Centro da Manaus, se transformará em palco para a música do cantor Lucevilson de Souza, na próxima quarta-feira (21) às 16h. O espetáculo é gratuito e ocorre por meio do projeto musical “Esquina”, há 10 anos promovido pelo Sesc Amazonas.

O maranhense Lucevilson de Souza possui mais de 20 anos de carreira como cantor e compositor autoral. Em 2010, ele lançou o DVD “Aguaceiro”, mostrando a própria trajetória na música popular. A obra, gravada no Teatro Amazonas, teve participações importantes como a de Geraldo Azevedo e Maciel Melo.

E é esse gênero musical que Lucevilson promete levar para a praça Heliodoro Balbi na próxima quarta. “Vou tocar canções minhas e também as já conhecidas pelo público, de artistas nordestinos como Gilberto Gil, Alceu Valença, Lenine e Zé Ramalho”, destaca.

Sobre os músicos convidados para participar do “Esquina”, o técnico Genivaldo ressalta a preferência em oportunizar espaço para os artistas autorais. “A gente busca aqueles que vivem de trabalho autoral, que não têm projeção na mídia local”, explica. O projeto musical do Sesc é coordenado por Aldemir Barros, do setor cultural da entidade.

Projeto
O “Esquina” acontece sempre no segundo semestre de cada ano. “Escolhemos esse período porque é uma época de poucas chuvas, para favorecer as apresentações que são em espaços públicos abertos”, disse o técnico musical do projeto, Genivaldo Almeida. Segundo ele, os shows musicais deverão ocorrer até novembro desse ano, toda segunda quarta-feira de cada mês.

“O Lucevilson é o segundo músico convidado de 2013. Mês passado tivemos o grupo Fino do Samba se apresentando na praça da Polícia”, disse Genivaldo. De acordo com ele, por meio de uma parceria com a Secretaria de Estado de Cultura (SEC), a praça Heliodoro Balbi será o espaço fixo para o “Esquina”.

Publicidade
Publicidade