Publicidade
Entretenimento
Vida

Mr. Catra diz que quer arranjar novo amor em Manaus

Em entrevista ao A CRÍTICA, funkeiro, que se apresenta hoje na capital amazonense, fala sobre seu show, família e a má-influência das novelas 19/12/2015 às 11:26
Show 1
O nome real de Mr. Catra é Wagner Domingues Costa e ele tem 47 anos
Laynna Feitoza Manaus, AM

As manauaras apaixonadas pelo cantor Mr. Catra podem se preparar: “Gostaria de contar com a ajuda para arrumar um novo amor aí”, disse o bem-humorado Mr. Catra, ao se despedir da entrevista que deu ao BEM VIVER. O funkeiro, famoso pelo caráter polêmico e despojado, não vê a hora de se apresentar mais uma vez na capital amazonense hoje (19) no Made In Rio Baile Funk, localizado no Copacabana Chopperia, a partir das 22h. 

O funkeiro, que já veio várias vezes à cidade, é bastante celebrado pelos fãs daqui. “Toda vez que venho em Manaus fico muito feliz, o público me recebe muito bem”, aponta ele, em declaração praticamente apaixonada. “De coração eu amo tudo em Manaus. A comida, a cidade, as mulheres, as boates. Vocês estão de parabéns”, coloca. Para o show, ele promete um repertório com os seus maiores sucessos. “’Uh Papai Chegou’ não pode faltar”, acrescenta.

Famoso pelas composições polêmicas, algumas com conotações eróticas, a exemplo da famosa “Adultério” (“Sua roupa tá cheia de lama e a cachorra tá na cama/É o dia que a orgia tomou conta de mim”), Catra também dá voz às comunidades em músicas como “Favela também é Arte” (“Favela não é só crime/Favela também é arte/Isso está provado ouvindo em toda parte”). 

Rever valores

Questionado acerca de funkeiros mirins como MC Melody – cujo pai é criticado pelos que consideram as músicas da menina vulgares – o funkeiro é categórico ao dizer que as pessoas têm que parar de por a culpa no funk. “As novelas estão cada vez mais indecentes. Vou te falar que tem novelas que nem deixo que meus filhos vejam”, confessa, lembrando os nomes de MC Guimê, MC Marcelly e MC Mineirinho como os que mais admira na nova geração do gênero.

Amor no lar

Outro tópico bastante recorrente na mídia sobre o cantor é a família: ele tem duas mulheres e 32 filhos – o último, Isac, chegou este ano. Super pai declarado, ele não mede esforços para o bem-estar dos filhos e é devoto dos seus. “A sensação [de quando tive o primeiro filho para o 32º] é a mesma de hoje... de milagre! Tenho 32 filhos e assumo todos eles. Vejo cara que tem filho e não assume... então antes de querer falar da minha paternidade, coloquem a mão na consciência”, adverte ele, que tem um DVD de 25 anos de carreira prestes a entrar nas lojas em janeiro. “Tô com CD de funk novo vindo aí, de rock... muita coisa boa!”.

Serviço

O quê: Made In Rio - Baile Funk
Quando: Hoje (19), às 22h
Onde: Copacabana Chopperia (Av. do Turismo, Tarumã)
Quanto: R$40 (meia 1º lote pista); R$70 (meia 1º lote front stage)
Infos: (92) 3584-4569 ou ou contato@ingresse.com

Publicidade
Publicidade