Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019
Cuidados com articulações

Mulheres devem cuidar das articulações

Tanto o excesso quanto a falta de exercício físico e o uso de saltos altos causam lesões nas articulações, alerta especialista



1.jpg Mulheres devem estar atentas a cuidados para evitar problemas nas articulações
07/03/2013 às 11:53

A rotina corrida enfrentada por muitas mulheres acaba fazendo com que muitas deixem em segundo plano, o bem estar do corpo e a saúde. Médicos alertam para o perigo no tocante às articulações que podem ser prejudicadas por falta ou excesso de exercícios físicos e uso indiscriminado de calçados de salto alto.

As lesões mais comuns registradas entre as mulheres são nas articulações dos membros inferiores (joelhos, tornozelos e quadril), uma vez que são mais cobrados em academias e têm a função de sustentar o peso do corpo. “Sobrecargas em academias geram problemas nas articulações. O excesso de atividades físicas pode provocar lesão articular por trauma ou devido a estar com a musculatura fadigada que não consegue sustentar a articulação”, explica o Dr. Victor Marques de Oliveira, especialista em cirurgia do joelho e artroscopia do Hospital Santa Isabel.



O médico também fala sobre as lesões por estresse repetitivo que podem ser causadas em aparelhos de academia ou mesmo durante corridas prolongadas. Segundo ele, é ideal que durante corridas, por exemplo, a pessoa se preocupe com um calçado adequado, que absorva bem os impactos e que não esteja muito desgastado, e leve em consideração o tipo de piso que estará correndo. Quem não tem costume de correr, é indicado que comece nas esteiras das academias, pois elas possuem amortecimento. As ruas, além de ter um calçamento muito duro também são cheias de buracos, que representam riscos de lesões.

As mulheres que vão começar a se exercitar agora devem passar por  uma avaliação médica e, se possível, ter o acompanhamento de um personal trainer. Com isso, lesões no sistema osteoarticular serão evitadas, assim como problemas cardíacos, que podem ser detectados nos exames antes dos exercícios. É indicado também procurar um esporte adequado ao seu biótipo e começar sempre aos poucos é outra boa dica. Respeitar os limites impostos pelo corpo: a fadiga muscular é um dos indícios que a pessoa já está no seu limite. A maioria das lesões esportivas não requer cirurgia, em todo caso, o tempo e o modo de tratamento variam de acordo com cada paciente.

 Mulheres que não praticam esportes também enfrentam problemas. O sedentarismo gera acúmulo de gordura e perda de massa muscular. Isso causa dores nas costas, posições viciosas e posturas erradas. Pessoas mais pesadas e com menos massa muscular ficam com as articulações desestabilizadas, que sofrem com a sobrecarga e resultam em dores nos joelhos, tornozelos e quadris. “Após os 40 anos é fundamental que a mulher faça condicionamento físico para preservar a musculatura, principalmente após a menopausa”, explica Dr. Victor.

 Saltos altos são vilões

Outro vilão do cotidiano feminino são os saltos altos. Eles fazem a mulher andar numa posição que não é a fisiológica. O salto altera a forma da marcha, sobrecarrega os joelhos, a coluna tornozelos e quadris. É recomendado à mulher que trabalha de salto que vá de tênis para o serviço e leve consigo os sapatos altos na bolsa e só os calce no trabalho. Fazer o percurso casa/trabalho/casa com um calçado baixo ajuda no bem estar geral do corpo. Salto alto também traz maior risco para entorses de tornozelo.

Dr. Victor também recomenda aquecimento e alongamento antes e depois dos exercícios. Antes para não se lesionar e depois para diminuírem as dores geradas pelos exercícios: “É muito comum, pelo uso do salto alto ou da falta de alongamento, dores na parte anterior do joelho. Cinco em cada dez pacientes entre os 15 e os 30 anos que atendo no Centro Médico do Hospital Santa Isabel chegam com esse diagnóstico. O tratamento é conservador: fisioterapia e reequilíbrio muscular. Esse problema é causado por exercícios feitos de forma errada. Corridas em aclives e declives e exercícios em degraus são grandes causas da doença”, conclui.

 

 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.