Publicidade
Entretenimento
Vida

Mundial Art traz diversidade artesanal de 26 países, desde suvenirs até relíquias

De pequenas bijuterias feitas com casca de frutos  a relíquias de móveis clássicos, o evento reúne uma infinidade de objetos produtos que expressam a cultura e a arte de diversos países. Cerâmicas e esculturas de madeira do Peru, suvenires russos como a boneca Matrioshka, renda do Ceará e queijos coloniais do Rio Grande do Sul são alguns exemplos do que se pode encontrar por lá 27/05/2013 às 12:30
Show 1
De acordo com a coordenadora Lemácia Muniz, o objetivo da feira é divulgar as culturas e valorizar cada vez mais o artesanato
Luana Ribeiro Manaus, AM

Cerca de 10 mil itens de artesanato de mais de 26 países estão sendo expostos na Mundial Art – Feira Internacional de Artesanato, que está em temporada no Manaus Plaza Centro de Convenções.

De pequenas bijuterias feitas com casca de frutos  a relíquias de móveis clássicos, o evento reúne uma infinidade de objetos produtos que expressam a cultura e a arte de diversos países. Cerâmicas e esculturas de madeira do Peru, suvenires russos como a boneca Matrioshka, renda do Ceará e queijos coloniais do Rio Grande do Sul são alguns exemplos do que se pode encontrar por lá.

De acordo com a coordenadora Lemácia Muniz, o objetivo da feira é divulgar as culturas e valorizar cada vez mais o artesanato. “Nós queremos mostrar que o artesanato pode também movimentar a economia. Não só a produção, mas também na compra de insumos para fazer o produto”, diz. “Além disso, o artesanato é um incentivo à economia sustentável, já que alguns objetos são feitos com material reaproveitado”, completa.  

Artesãos

Representando o Peru na Mundial Art, o artesão peruano Fredy Medina acredita que a feira é uma oportunidade para mostrar e conhecer novas culturas.

“O artesanato do Peru é conhecido mundialmente por seus objetos em cerâmicas e madeiras, e aqui é lugar para se conhecer ainda mais sobre as particularidades de lá”, diz.  Entre os objetos que Medina expõe, estão diversos espelhos de cedro folheado a ouro, esculturas  e bonecos confeccionados em algodão.

A requintada perfumaria da Tunísia também ganhou espaço na exposição. “Trouxemos mais de 15 fragrâncias diferentes e mais 30 tipos de frascos de vidro soprado e pintado com ouro fino”, revela o artesão Vanderley Gueno. “Entre os perfumes, temos o de mirra e o ‘Mil e uma noites’; na Tunísia, é tradição as mulheres usá-lo na noite de núpcias”, conta.

Entre os estandes de artesanato brasileiro, um dos destaques eram as moringas feitas de coco, com rostos esculpidos. O trabalho é assinado pelos artesões potiguares Josias Nascimento e sua filha Rute Nascimento. “Nós preservamos o interior do fruto para dar gosto às bebidas que são colocadas dentro dele”, explica  Rute.

Local

O artesanato amazonense ganhou espaço exclusivo no Mundial Art, com mais de 150 expositores. “Foram selecionados mais artesãos de Manaus e de Manacapuru, Presidente Figueiredo, Barreirinha, São Gabriel da Cachoeira, Iranduba, Novo Airão, Parintins, Santa Isabel da Cachoeira, Autazes e Manaus”, conta Lemácia. Entre os participantes estão indígenas das etnias Ticuna, Saterê Watyamã e Baré, e empreendedores do programa Economia Solidária.

“Os manauaras estão cada vez mais prestigiando o trabalho do artesão local”, destaca a coordenadora. “A expectativa  que até o final do evento mais de 70 mil pessoas passem pela feira internacional”, conclui.

Evento em parceria

Em sua primeira edição em Manaus, a  Mundial Art – Feira Internacional de Artesanato está sendo realizada pela Associação do Bem Estar dos Artesãos Cearenses, em parceria com o Secretaria de Estado do Trabalho (Setrab).

‘Babel’ cultural

A feira no Manaus Plaza Centro de Convenções conta com uma série de produtos que expressam a cultura e a arte de países como Peru,  Líbano,  África do Sul, Tailândia, Bolívia, Japão, China, Coreia do Sul e República Tcheca, entre outros.

Publicidade
Publicidade