Sexta-feira, 24 de Maio de 2019
Vida

Museu Catavento e Museu do Amanhã são programões para levar toda a família

‘Catavento’ e ‘Amanhã’ são parada obrigatória para quem estiver de passagem por São Paulo ou Rio de Janeiro neste período de férias escolares



1.jpg
Museu Catavento é uma ótima opção para toda a família
10/01/2016 às 15:42

Quando alguém te convida para ir ao museu, qual é a primeira imagem que vem a cabeça? Se a resposta for “objetos velhos, silêncio sepulcral e nenhuma diversão”, você está muito enganado! Para acabar com essa ideia errada, uma visita a São Paulo é uma boa sugestão para as férias. Lá, sobram exposições com itens históricos e artes consagradas de tirar o fôlego, mas um lugar, em especial, mexeu com a equipe do BEM VIVER: o Museu Catavento.

Localizado no Centro, coração da capital paulista, ele é uma mistura de cores e temas que deixam crianças e adultos simplesmente “perdidos”. Não é necessário nem adentrar no prédio (gigante) antigo para começar o passeio. Ainda na área externa, aviões e trens em tamanho real fazem o visitante se encantar e fazer uma viagem ao tempo. Na bilheteria, a única angústia é decidir de qual atividade participar.

O Catavento é dividido em quatro seções — universo, vida, engenho e sociedade —, com uma série de atrações interativas. No primeiro, os apaixonados por astronomia fazem uma viagem pela galáxia, podem tocar em um meteorito de verdade, saber quanto pesam em cada um dos planetas, entrar em uma réplica de nave especial e, ainda, conhecer a Terra detalhadamente. É tanta coisa, que um dia não é suficiente para desbravar todas as salas.

No segundo departamento, dedicado à Biologia, os destaques são o borboletário, inaugurado em julho do ano passado, e o submarino — onde todos fazem uma “viagem ao fundo do mar”.  Com 20 variedades de plantas para cada espécie de borboleta, uma grande estrutura de ferro foi construída para abrigar os insetos coloridos, como a olho de coruja e a borboleta Júlia, e tem um painel com as diferentes fases de desenvolvimento delas.

No fim da lista, mas não menos importante, a “sociedade” é um espaço para a reflexão. Temas como a importância de preservar o planeta e da política, são ensinadas de maneira simples e prática. Grandes episódios da História do Brasil, por exemplo, são apresentados por meio de quadros do artista Cândido Portinari. O visitante move os pincéis sobre a superfície de vidro para surgir obras, revelando os episódios marcantes, personagens e contexto simbólico.

Ciência divertida

Apesar da variedade de brincadeiras e recintos para explorar dentro do Museu Catavento, o favorito da garotada — e dos marmanjos — é justamente o setor engenho. Não simplesmente por ter um espaço dedicado aos “construtores de Lego”, mas por proporcionar experimentos científicos divertidos, com calor, mecânica, som, luz eletromagnetismo, entre outros artefatos. Sabe aquela “bola” onde as pessoas encostam para arrepiar os cabelos? Sim, tem lá!

E tocar na máquina eletrostática é tão almejado quanto “entrar” dentro de uma bolha de sabão, na experiência com fluídos. Também é possível “desviar” a luz do caminho, enxergar o som por dentro de um tubo e levantar 100 quilos sem fazer qualquer esforço. Já na sala das ilusões de óptica, os visitantes se surpreendem com elementos que confundem o cérebro e os olhos, com diversas miragens incríveis.

De olho no futuro

Mas se o destino para as férias em família for o Rio de Janeiro, não se preocupe. O Museu do Amanhã, na Praça Mauá, também é uma ótima opção. Inaugurado no último dia 19 de dezembro, ele nasceu para levar o público a explorar, pensar e projetar as possibilidades de construção do futuro. A base são perguntas que acompanham a humanidade: “De onde viemos?”; “Quem somos?”; “Onde estamos?”, “Para onde vamos?”; e “Como queremos ir?”.

O museu examina o passado, apresenta tendências do presente e explora cenários possíveis para os próximos 50 anos a partir das perspectivas da sustentabilidade e da convivência. O edifício ocupa 15 mil metros quadrados é cercado por espelhos d’água, jardins, ciclovia e área de lazer, totalizando uma área de 34,6 mil metros quadrados do Píer Mauá. Une Ciência à arte, em ambientes onde o público “mergulha”, com instalações audiovisuais e jogos sensoriais.

O Museu do Amanhã explora seis grandes tendências para as próximas cinco décadas: mudanças climáticas; alteração da biodiversidade; crescimento da população e da longevidade; maior integração e diferenciação de culturas; avanço da tecnologia e expansão do conhecimento. Diferentemente de outras instituições, que precisam preservar o acervo, este deve ser o tempo todo renovado.

A exposição principal se divide em cinco áreas, a partir das perguntas que guiam o museu. A visita começa pelo Cosmos, em um domo de 360°, onde o púbico faz uma viagem sensorial pelo universo. Na Terra, três cubos gigantes representam as três dimensões da existência: Matéria, Vida e Pensamento. A parte central se dedica a pensar no hoje, mostrando o impacto das ações do homem no planeta.

Os “Amanhãs” desdobram-se em uma área em forma de “origami”, com três ambientes. A área Nós fecha a visitação de forma simbólica, com uma experiência de luz e som em uma escultura em madeira que remete a uma oca. Seu elemento central, um churinga (espécie de amuleto) da cultura aborígene australiana, é a única peça física que compõe a narrativa principal e representa a transmissão de conhecimento através das gerações.

SERVIÇO

O que: Museu Catavento

Funcionamento: Terça a domingo, das 9h às 17h (bilheteria fecha às 16h)

Ingresso: R$ 6, com entrada grátis aos sábados, programações agendadas pagas à parte

Endereço: Palácio das Indústrias - Praça Cívica Ulisses Guimarães, s/no (Av. Mercúrio), Parque Dom Pedro II, Centro – São Paulo/SP

Informações: (11) 3315-0051


O que: Museu do Amanhã

Funcionamento: Terça a domingo, das 10h às 18h (última entrada para exposição, às 17h).

Ingresso: R$ 10 (meia-entrada, R$ 5). Meia-entrada para pessoas com até 21 anos, estudantes de escolas particulares, universitários, pessoas com deficiência. Entrada gratuita às terças.

Gratuidade: Alunos e professores da rede pública; crianças até 5 anos de idade; e idosos a partir de 60 anos.

Endereço: Praça Mauá, 1, Centro – Rio de Janeiro/RJ


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.