Domingo, 16 de Fevereiro de 2020
Vida

Música e personalidade: Qual estilo combina com você?

Você costuma ouvir Country ou Heavy Metal? Pesquisadores garantem que cada estilo musical correlacionam com um tipo de personalidade



1.gif Cada estilo de música contém uma personalidade
08/01/2013 às 11:15

Todo indivíduo, antes mesmo de nascer, depara-se com um tipo de música, canções de ninar por exemplo. Elas são usadas pelas mamães no intuito de acalmar o bebê ainda na gestação. Essa relação entre o som e as atitudes pode ser atribuída a traços de personalidade, segundo os pesquisadores Peter Rentfrow e Samuel Gosling (University of Texas).

A origem da palavra ‘música’ vem do grego mousikê, que significa “arte das musas” e pode ser definida como “arte e ciência de combinar harmoniosamente os sons”. Não é possível definir exatamente quando a música surgiu, mas sabe-se que ao longo da história inúmeros gêneros e estilos foram produzidos e adotados por determinados segmentos.



Peter Rentfrow e Samuel Gosling realizaram uma série de experimentos com diferentes pessoas e chegaram à conclusão de que a música pode contribuir bastante para o entendimento de muitos processos psicológicos. Com base nos resultados obtidos, quatro dimensões de preferências musicais foram identificadas: “Reflexiva/Complexa” (tempo musical lento, instrumentos acústicos, menos vocal), “Intensa/Rebelde” (tempo musical rápido, instrumentos elétricos, mais vocal), “Pop/Convencional” (tempo musical moderado, instrumentos acústicos e elétricos, mais vocal) e “Energética/Rítmica” (tempo musical moderado, instrumentos elétricos, mais vocal).

Veja abaixo seu estilo musical e verifique se há características com sua personalidade


Blues – boa auto-estima, criativos, extrovertidos, gentis, de bem com a vida.

Jazz - boa auto-estima, criativos, extrovertidos, de bem com a vida.

Música clássica – boa auto-estima, criativos, introvertidos, de bem com a vida, inteligentes.

Rap - boa auto-estima, extrovertidos, criativos.

Ópera - boa auto-estima, extrovertidos, gentis, inteligentes.

Country – Trabalhadores, extrovertidos.

Reggae – boa auto-estima, criativos, pouco trabalhadores, extrovertidos, gentis, de bem com a vida, tranquilos.

Dance – criativos, extrovertidos, rudes.

Indie – baixa auto-estima, criativos, pouco trabalhadores, rudes.

Rock/heavy metal – Baixa auto-estima, criativos, pouco trabalhadores, introvertidos, gentis, irreverentes, críticos.

Pop – boa auto-estima, pouco criativos, trabalhadores, extrovertidos, gentis, desassossegados.

Soul – boa auto-estima, criativos, extrovertidos, gentis, de bem com a vida.

Forró/brega – boa auto-estima, extrovertidos, desassossegados, boêmios.

Pagode/samba – boa auto-estima, extrovertidos, românticos, boêmios, pouco trabalhadores.

Axé – boa auto-estima, desassossegados, extrovertidos e festeiros.

Gospel – tranqüilos, boa auto-estima e credores de religião.

Aparentemente, existe uma correlação entre dimensões de preferência musical e estabilidade emocional, depressão, e auto-estima, sugerindo que estados emocionais crônicos exercem um grande efeito sobre a preferência musical, nem que seja durante um período ou apenas em um dia ruim ou de grande alegria.


A música é um fator que altera a química do nosso cérebro, sobretudo quando está presente na maioria dos locais que habitualmente frequentamos. Independente do tipo de música que cada um ouve, o fundamental é aproveitar a emoção que cada estilo libera.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.