Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019
Vida

Músico Zeca Torres lança novo CD em show no Teatro Amazonas

Novo álbum ‘Bailando na escuridão’ é primeiro do artista desde ‘Porto de lenha’, de 1991. As canções serão apresentadas nesta sexta-feira (30), na capital



1.gif Zeca Torres conta que sempre houve cobrança do público por um novo disco,
29/01/2015 às 10:37

Quase 24 anos após o lançamento de “Porto de lenha”, Zeca Torres apresenta seu novo álbum, “Bailando na escuridão”, em show amanhã, às 20h, no Teatro Amazonas. No espetáculo, o cantor e compositor dividirá o palco com vários dos artistas que fizeram participação especial no novo CD, entre eles o carioca Maurício Maestro, produtor e arranjador do grupo Boca Livre, que assina a direção musical do show. Os ingressos têm preço de R$ 20.

O repertório do espetáculo é baseado nas canções do novo CD, com destaque para a faixa-título “Bailando na escuridão”. A música, que já está na programação das rádios de Manaus, é uma homenagem ao tripa do boi-bumbá, figura que dança sob o boi nas apresentações folclóricas. Ao todo, 12 faixas compõem o disco – 11 delas com produção e arranjos de Maestro, e “Nativa”, com produção e participação especial do Duofel.



O show também terá espaço para canções mais conhecidas de Torres, entre elas “Porto de lenha”. Escrita em parceria com o poeta Aldisio Filgueiras nos anos 1970, a composição foi cantada e regravada por vários artistas, e até hoje é uma das músicas mais célebres do cancioneiro amazonense. Outras faixas de “Porto de lenha”, como “Dia de festa” e “Papagaio de famão” (escrita com Anibal Beça), também estarão no show.

Além do repertório, o time de convidados especiais será outro destaque do espetáculo no Teatro Amazonas. São eles Andréa Pinheiro (PA), Claudio Nucci (SP), Eudes Fraga (CE), Kay Lyra (RJ), Lula Barbosa (SP), Mauricio Maestro (RJ) e Sergio Souto (AC), todos parceiros e colaboradores de Torres em “Bailando na escuridão” – e alguns também no predecessor “Porto de lenha”, como é o caso de Nucci e Maestro.

A banda base do espetáculo será composta por Sérvio Túlio (contrabaixo), Ygor Saunier (bateria), Ênio Prieto (sax/flauta), Alcides Alexandre (percussão) e Paulo Marinho (teclados/piano). A cenografia e a iluminação ficaram a cargo de Sergio Cardoso.

Espera e maturidade

Zeca Torres conta que sempre houve cobrança do público por um novo disco, depois do sucesso de “Porto de lenha” – que ele lançou em 1991 sob o nome artístico de Torrinho, pelo qual ainda é lembrado. A demora, ele justifica, deveu-se ao fato de ter esperado pelo “momento certo” em termos de maturidade musical e condições para produção do CD.

“Esperei pelo momento em que pudesse ter a chance de fazer um trabalho como estava idealizando, e com a qualidade que eu queria”, conta o músico, nascido em Belo Horizonte e radicado em Manaus desde 1968. Sem nunca ter parado de produzir, há poucos anos ele sentiu que a hora afinal havia chegado: “Meu amadurecimento, tanto como intérprete como compositor, me levou a acreditar que eu tinha um trabalho pronto para ser gravado”.

Especiais participações

As gravações de “Bailando na escuridão” foram realizadas no ano passado, na Drum Akustic & Studio, no Rio de Janeiro. Além dos convidados do show de lançamento, o disco teve participações especiais dos paulistas Lula Barbosa e Natan Marques, e dos cariocas Tavynho Bonfa e Zé Renato – este também integrante do Boca Livre –, além de Luiz Bueno e Fernando Melo, do Duofel.

“Todos participaram com o maior prazer, curtiram fazer parte do álbum. Fomos agregando as pessoas durante o trabalho em estúdio, fui convidando as pessoas e elas foram aceitando. Ainda na fase de repertório, já fui pensando em algumas parcerias e participações especiais que eu poderia ter. No final, o disco quase todo teve participações especiais”, comemora ele, que se declara feliz com o resultado final. “Acho que a espera valeu a pena. Fiquei supersatisfeito com o disco. E tanto quem já ouviu como quem participou da produção também gostou muito do álbum”.

Após o show, “Bailando na escuridão” estará à venda no hall do Teatro Amazonas. O show de lançamento do CD tem patrocínio de Marjom Estofados e Colchões, Hotel do Largo, Pousada Mango Guesthouse, Rizzato Outdoor e restaurantes La Barca e Tambaqui de Banda. O evento recebeu ainda apoio cultural da Secretaria de Estado de Cultura e da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos.

Serviço

O que: é Show de lançamento do CD “Bailando na escuridão”, com Zeca Torres e convidados

Onde: Teatro Amazonas, Largo de São Sebastião, Centro

Quando: Amanhã, às 20h

Quanto: Ingressos a R$ 20 (preço único)

Informações: Na bilheteria do teatro ou pelo telefone (92) 99148-3238


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.