Segunda-feira, 30 de Novembro de 2020
LITERATURA

Nações Unidas lança livro para ajudar crianças a lidar com coronavírus

Obra é voltada principalmente para crianças de 6 a 11 anos de idade e explica como as crianças podem gerenciar emoções difíceis quando confrontadas com uma realidade nova e que muda rapidamente



1028904-02-07-2016_dsc7443_39251234-9F5A-4132-80E0-023C0C397FB7.jpg Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil
14/04/2020 às 20:56

Com a ajuda de uma criatura mágica, Ario, Meu herói é você, como as crianças podem combater a Covid-19! (My hero is you, na versão em inglês) explica como as crianças podem se proteger e proteger suas famílias e amigos contra o novo coronavírus e como gerenciar emoções difíceis quando confrontadas com uma realidade nova e que muda rapidamente. O livro é voltado principalmente para crianças de 6 a 11 anos de idade.

Para o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Ghebreyesus, emergências humanitárias anteriores mostraram como é vital lidar com os medos e a ansiedade dos jovens quando a vida que eles conhecem é virada de cabeça para baixo.



“Esperamos que este livro lindamente ilustrado leve as crianças a uma jornada através dos fusos horários e continentes, e os ajude a entender o que podem fazer para permanecer positivas e se manter seguras durante o surto de coronavírus”, comentou o diretor-geral da OMS.

A diretora executiva do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), Henrietta Fore, lembra que, em todo o mundo, a vida das crianças foi completamente alterada – a maioria delas vive em países com algum tipo de movimento ou bloqueio restrito.

“Este livro maravilhoso ajuda as crianças a entender e navegar neste novo cenário e a aprender como podem realizar pequenas ações para se tornarem heróis em suas próprias histórias”, explicou a diretora-geral do Unicef.

O projeto do livro é resultado de uma iniciativa liderada pelo Grupo de Referência do Comitê Interagencial Permanente sobre Saúde Mental e Apoio Psicossocial em Situações de Emergência em colaboração com agências das Nações Unidas (OMS, Unicef e Acnur).

Também fazem parte do projeto mais de 50 organizações não governamentais nacionais e internacionais – como a Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho e a Save the Children – e agências internacionais que trabalham com saúde mental e apoio psicossocial em situações de emergência.

Durante os estágios iniciais do projeto, mais de 1,7 mil crianças, pais, cuidadores e professores de todo o mundo compartilharam suas histórias e a forma como estavam lidando com a pandemia de covid-19.

A contribuição foi repassada para a roteirista e ilustradora Helen Patuck e a equipe do projeto, para garantir que a história e suas mensagens ressoassem entre crianças de diferentes origens e continentes.

“Este é um recurso importante para crianças de todo o mundo com uma forte mensagem de inclusão no coração – que esta pandemia só pode ser derrotada se todos estiverem incluídos em sua prevenção e resposta. As crianças, incluindo as refugiadas, deslocadas e apátridas, também podem ajudar. Ninguém está protegido, a menos que estejamos todos protegidos”, conclui o alto comissário das Nações Unidas para os Refugiados, Filippo Grandi.

Para atingir o maior número possível de crianças, o livro será traduzido para mais de 30 idiomas – ainda em andamento. O livro está sendo lançado tanto em formato online quanto narrado (audio book). A versão em português já está disponível em PDF. 

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.