Publicidade
Entretenimento
Vida

No embalo da rede: hábito de origem indígena é alvo de estudos no Brasil e no exterior

Dormir na rede pode melhorar dores na coluna e proporcionar um sono melhor? Confira tudo o que você precisa saber sobre um hábito tão amazônico 26/02/2016 às 14:50
Show 1
Inspire-se: a rede é um item que pode se destacar na decoração da casa ou do sítio
ROSIEL MENDONÇA Manaus (AM)

Qual foi a última vez que você pensou em dar um cochilo na rede? Afinal, amazonense bem sabe como o embalo tranquiliza e ajuda a relaxar, seja no quarto, na varanda ou a bordo de um barco a caminho do interior.

Herança indígena, a rede também pode ser benéfica para quem sofre com dores nas costas depois de anos dormindo em cama - é o que garante um estudo realizado pelo setor de ortopedia Universidade do Estado do Pará (Uepa).

Segundo a pesquisa, realizada com donas de casa de Belém com idade entre 30 e 60 anos, as pacientes que sentiam dores e sofriam com lombalgia apontaram melhoras significativas quando passaram a dormir em rede.

Porém, a fisioterapeuta Rhanda Amim, especialista em coluna há 13 anos, não acredita que essa seja uma boa recomendação. A matéria completa está no seu Jornal A Crítica deste domingo (28).

Publicidade
Publicidade