Publicidade
Entretenimento
Ensaio das raízes

Noivos realizam ‘Pré-Wedding’ em paisagens fantásticas da Amazônia

A região faz parte das origens da noiva, cujo casamento será realizado em 2017 na cidade de Fortaleza 05/10/2016 às 14:27
Luana Gomes Manaus (AM)

Reconhecer as origens. Foi pensando nisso que Anyelle Lemos investiu em um ensaio diferenciado de casamento. O que ela não imaginava era que a iniciativa tomada junto ao noivo Eduardo Barreto Neto pudesse causar tanto alvoroço. Com casamento marcado para 06 de maio de 2017, os dois viram o retrato do amor de 11 anos um pelo outro e também pelas riquezas da Amazônia repercutir entre outros milhares de internautas. Já foram mais de 10 mil curtidas e quatro mil compartilhamentos do ensaio, postado na rede social do fotógrafo cearense João Melo.

“Jamais passou em nossa cabeça tudo isso. Fiquei assustada no primeiro momento, mas hoje estou feliz por tantas pessoas terem se identificado e se emocionado. As pessoas entenderam que nas fotos só cabe amor, muito amor, tanto entre nós quanto entre ambos e esta terra linda”, destaca Anyelle, que, apesar de estar há 14 anos morando em Fortaleza, constantemente retorna a capital amazonense para visitar amigos e família.

Ela ressalta que a ideia para as fotos surgiu no momento que os noivos decidiram que o chamado “Ensaio Pré-wedding” estaria na lista de itens para o casamento. “Queríamos algo diferente que retratasse nosso amor pela natureza e, principalmente, minhas origens”, pontua.

É claro que outra parte importante também abraçou a ideia: o noivo, que nasceu em Fortaleza. De acordo com Neto, como o casamento ocorrerá em terras nordestinas, não poderia faltar uma parte que deixasse a noiva próxima de suas raízes. “E foi uma viagem espetacular. Conheci muita coisa que não tinha visto na viagem anterior a Manaus, há 09 anos”, detalha.

O ensaio teve duração de três dias. Foram feitos registros no emblemático Teatro Amazonas, nas cachoeiras de Presidente Figueiredo (como Pedra Furada e Santuário), no Rio Negro (durante passeio de lancha) e na aldeia da tribo indígena Tukano. Por sinal, o fotógrafo João Melo explica que as fotos na tribo não foram coincidências e sim uma forma da noiva retratar suas origens sanguíneas.

Ele, que nunca esteve em Manaus antes desta experiência, comenta que foi um dos momentos mágicos de sua carreira. “Como sou de Fortaleza, sou mais acostumado com praias e algumas poucas serras aqui no Ceará. Mas estar em Manaus, com rios que parecem mares e cidades verticais foi uma experiência única. Apesar de ter ido a trabalho, sem dúvida aproveitei muito e espero um dia poder voltar”, assevera.

Sobre críticas

É claro que nem tudo são flores. O casal também recebeu alguns comentários nada positivos sobre o ensaio, especialmente sobre o envolvimento de indígenas. De acordo com a noiva, dentre tantos comentários recebidos, pelo menos três foram “maldosos, de pessoas que não entenderam a ideia”. “Poderíamos fazer em qualquer lugar do mundo, até mesmo no Ceará, onde as paisagens são tão belas. Mas não quis. Queria algo que transparecesse o amor que eu e meu noivo sentimos um pelo outro e que fosse especial, mostrando minhas raízes, quase como um grito: - Olha como meu lugar é lindo! Olha como nosso amor é tudo isso!”, emociona-se.

Ela diz que, apesar da maldade na cabeça de alguns, foi uma verdadeira troca de carinho e tudo foi feito respeitando a tribo. “Eles disseram quantas fotos poderíamos tirar. Foi tudo muito espontâneo”, celebra.

Mesmo diante de posicionamentos contrários, Anyelle acredita que iniciativas como essa valorizam a cultura indígena, mostrando sua existência, que transborda delicadeza e simplicidade, assim como garra e força. “Acredito que é importante mostrar ao mundo que eles existem, que estão lá e que lutam pra manter a sua cultura apesar de tudo”, finaliza.

Profissional

Natural de Fortaleza-Ceará, João Melo se relaciona com a fotografia desde 2002. Suas fotos (dentre ensaios de casamento e de gestantes) podem ser conferidas pelos seguintes meios: no site http://www.joaomelofotografia.com.br/ ou pelo Instagram @joaomelofotografiafanpage

O casal

Os dois se conheceram há 11 anos, quando Anyelle já estava fora de Manaus, sua terra natal. A advogada de 28 anos está há 14 anos em Fortaleza. Foi durante os estudos que conheceu o noivo, Eduardo. Neto, de 29 anos, é administrador, atuando no setor de logística. Os dois casarão em 2017.

Publicidade
Publicidade