Publicidade
Entretenimento
no aeroporto

Rota dos Chefs terá releitura de pratos de países participantes das Olimpíadas

Evento gastronômico terá cardápio inspirado no clima olímpico, com ingredientes regionais em releitura dos pratos 26/06/2016 às 15:05 - Atualizado em 26/06/2016 às 20:57
Show portal rota
Releitura de prato espanhol Arroz a La Marinera do Mercato Brasil levará dourado para dar toque regional
Natália Caplan Manaus (AM)

Faltam exatamente 40 dias para a abertura das Olimpíadas 2016, no Rio de Janeiro. Mas se você não puder prestigiar o evento ao vivo ou não gosta muito de esportes, a dica é experimentar a culinária de alguns dos países participantes. A competição será tema da nova edição da Rota dos Chefs, nos próximos dias 2 e 3 de julho, no estacionamento do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes.

Após o sucesso do Arraiá dos Chefs, com muitos quitutes juninos, a novidade da vez será a entrada de mais quatro parcerias: Lulu Pães e Doces, Vitrine Amazônica, Brownie.com, Richi Causa Peruvian Cuisine. Além dos nomes já bem conhecidos do público, como Bora Lá e Chez Martina, também haverá um espaço exclusivo para o Mercato Brazil Manauara, que promete retornar à programação com pratos deliciosos.

“Participamos da primeira e segunda edições. Estávamos colocando algumas coisas em ordem, melhorando a nossa operacionalização. E, agora, estamos voltando. O Rota dos Chefs é uma vitrine, uma oportunidade de aparecer para um público muito grande”, afirma um dos sócios do Mercato, Rodrigo Zamperlini, ao revelar o país sorteado. “Ficamos com a Espanha, que nos deu muita diversidade. Os pratos são espanhóis, com peixes da Amazônia”, completa.

Segundo ele, a ideia é apresentar a gastronomia estrangeira, mas com um paladar regional. A releitura do Arroz a La Marinera, por exemplo, levará dourado, camarão e legumes. O tradicional pirarucu de casaca também está confirmado. “O outro será uma releitura de um sanduíche de rosbife espanhol, com o ‘ramón serrano’ (presunto suíno) e queijo provolone gratinado. Vamos usar o pernil importado da Espanha mesmo, original”, adianta.

Aprender sempre

Diferentemente do Mercato, que volta ao evento, a equipe do Vitrine Amazônica terá aquela sensação de “frio na barriga” de estreante. Na última semana, inclusive, o chef Igor Gavinho esteve em um restaurante coreano para aprender sobre essa culinária oriental. Ele servirá o “Burgogui”, um contra filé com ervas e arroz.

“É, como se fosse um churrasco coreano, com tempero suave e levemente adocicado. Fui ao Restaurante Ara para aprender. É para quem quer experimentar, sem arriscar muito”, diz, ao citar os outros itens que serão preparados na Rota dos Chefs. “Teremos risoto de pato, o carro chefe da casa, e uma farofa de camarão com banana frita”, finaliza.

Unir útil ao agradável

Para a dona do Lulu Pães e Doces, debutar no Rota dos Chefs “olímpico” será duplamente compensador. Isso, porquê o cardápio levará a bandeira da França, país que já serve de referência no dia a dia do empreendimento. Para a dona, a padeira e confeiteira Luciana Reston, será a união do “útil ao agradável”.

“Eu amei ter ficado com a França, porque nossa culinária é bem ligada com a França e a Itália. Isso se reflete nos nossos pães, sanduíches, doces. Foi uma sorte muito grande. Unimos o útil ao agradável em poder já trabalhar com aquilo que temos conhecimento”, declara animada, ao afirmar que é um privilégio poder participar do “maior evento gastronômico da cidade”.

Na lista da profissional gastronômica, coxinha ,Focaccia com muçarela de búfula, tomate seco e rúcula; e hot-dog francês. “É um sanduíche de pão francês, com lingüiça defumada, molho bechamel da casa, diferente do tradicional (é uma receita exclusiva), e queijo gratinado. Nosso carro chefe neste evento”, explica.

BLOG Lídia Mota, chocolatier e uma das organizadoras

Como os chefs já estão acostumados com grandes desafios, não poderia ser diferente nessa edição. Então, sorteamos alguns países farão parte dessa Olimpíada, que têm a gastronomia mais forte. Teremos parceiros novos e pensamos em ter pratos diferentes do nosso dia a dia. Entretanto, alguns farão uma releitura para agradar o paladar dos amazonenses. Acreditamos que o público já vai ao evento esperando pela gastronomia de grandes chefs e seus diferenciais. Como, por exemplo, o Fish Maria, que vai fazer kafta, representando a Turquia. Ele não costuma comercializar esse prato.

NÚMERO

20 Países serão representados nos cardápios dos 29 participantes da Rota dos Chefs inspirada nas Olimpíadas 2016, do Rio de Janeiro.

Representantes de cada país

Cozinha do Português - Alemanha

Sabor a Mi - França

Suzuran - Japão

Brigadore - México

Miss Doçura - Itália

Richi Causa - Espanha

Brownie.com - Argentina

WTF - China

Gui Valente - EUA

Zefinha Bistrô - Brasil

Alquimia - Espanha

Banzeiro - Marrocos

Fofinhos Burguer - Inglaterra

Lulu Pães e Doces - França

Calçada Alta - Portugal

Cachaçaria do Dedé - EUA

Fast Temaki - Brasil

Pizza a Bessa - Noruega

Chez Martina - Peru

Bora lá! - Portugal

Soho - Itália

Zamir Mustafá - Israel

Buteco de Minas - China

Labibs - Tailândia

Vitrine Amazônica - Coreia

Mercearia do Chocolate - Japão

Menga - Argentina

Chef Tony - Chile

Fish Maria - Turquia

Publicidade
Publicidade