Publicidade
Entretenimento
Vida

O dono da própria história: Malvino Salvador fala da carreira e da vida pessoal

Ator amazonense apresenta a peça “Chuva Constante”, dias 20, 21 e 22 no Teatro Amazonas 20/11/2015 às 15:57
Show 1
A peça conta a história de dois policiais que são amigos e entram em conflito
Lídia Ferreira Manaus (AM)

Em uma fase oposta ao do seu personagem Denny, da peça “Chuva Constante”, Malvino Salvador fecha 2015 com mais um sucesso de crítica e de público no teatro e ainda se prepara para um novo desafio na televisão em 2016. O ator, que se apresenta nos dias hoje, amanhã e domingo no Teatro Amazonas, é taxativo: “agora priorizo o que me faz feliz, sem fazer tudo ao mesmo tempo”, diz em entrevista ao BEM VIVER.

Se antes dividia a agenda com TV, teatro e publicidade, agora  Malvino  faz um trabalho de cada vez, passa mais tempo com a família e já alcançou um patamar na carreira que se permite escolher os trabalhos. “Eu quero viver até os cem anos, então, preciso ter qualidade de vida. Aliás, eu vou viver até os cem, você vai ver”, brinca. “Antes fazia tudo ao mesmo tempo, dava para conciliar, mas agora,graças a Deus, posso escolher e minha opção é me dedicar mais a um trabalho e estar com as pessoas que gosto”.

E foi ele quem escolheu o texto “Chuva Constante”, bem como diretor Paulo de Moraes, líder da Armazém Companhia de Teatro, e o parceiro de cena, o ator Augusto Zacchi, do consagrado grupo Tapa. A obra, que leva assinatura de Keith Huff e foi sucesso na Broadway, chegou às mãos dele pela produtora Cinthya Graber. Ele não só se encantou, mas também assumiu a produção da montagem. “É um espetáculo que tem drama, humor, monologo, outros momentos a gente contracena...e o Paulo tem essa sensibilidade de aproveitar todas essas nuances. Fiquei louco quando li o texto, há cinco anos tinha essa vontade de montá-lo”.

No palco, Malvino vive Denny, um policial repleto de conflitos pessoais  e profissionais, conhecido por ser linha dura.  “Esses pontos me instigaram a querer viver esse personagem, ele tem uma conduta ética e moral duvidosa. Quis mergulhar nesse universo: visitei academias de polícia no Rio, fiz aula de tiro, mesmo não tendo muito tempo para me preparar. Foram 21 dias de preparação com o diretor e já caímos em cena”.


O parceiro de cena, o ator Augusto  Zacchi, também é um policial na peça, e amigo de infância de Denny. Uma série de acontecimentos coloca a amizade à prova e levanta questionamentos sobre felicidade, família, honra e lealdade. “Estamos totalmente em lados opostos da vida, é justamente por isso que o Denny me instiga, me fez sair da zona de conforto. A força artística desse personagem é grande ”.

Retorno

A temporada de “Chuva Constante” encerra em dezembro. Em janeiro, Malvino inicia as gravações da novela “Haja coração”, inspirada no sucesso televisivo “Sassaricando”. “Não será um remake, terão alguns personagens da novela original e outros novos. Farei o Apolo, namorado da Tancinha”, adianta.

Nascido em Manaus, o ator também ressalta  que voltará à cidade para as festas de fim de ano, que deverá passar ao lado da família. “Vai todo mundo, eu, minha mulher e minhas  duas filhas”, disse o artista que é casado com Kyra Gracie, com quem tem a filha Ayra, além de ter outra filha, Sofia. “Tenho grandes amigos e gosto muito da minha cidade, sempre vou a lugares que frequentei e novos também. A vida é isso, a somatória das coisas que a gente faz”. 

Peça

Com o título original “A Steady Rain”, o texto da peça foi escrito por Keith Huff, autor conhecido por escrever séries de sucesso como “House of Cards” e “Mad Men”. A montagem, que foi sucesso  na Broadway, estrelada por Daniel Craig, o James Bondm e Hugh Jackman, virou alvo do diretor Steven Spielberg que planeja levar a história para o cinema.

No Brasil, a peça tem patrocínio da Vivo, através do projeto Vivo EnCena, que também viabiliza debates entre  atores e o público.

Serviço

O quê: “Chuva Constante”
Quando: Dia 20/11 (sexta-feira) e 21/11 (sábado), sessões às 20h e 22/11 (domingo), em sessão às 19h
Onde: Teatro Amazonas
Valores: Frisa, Plateia, 1º e 2º Pavimentos - R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia) / 3º Pavimento R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia)

Publicidade
Publicidade