Publicidade
Entretenimento
Vida

O ‘guia’ de imagem das estrelas: jornalista Rodrigo Branco é o ‘boom’ do marketing de Orlando

Com 12 anos de carreira em emissoras de TV brasileiras, o comunicador celebra o seu sucesso consolidado no exterior, produzindo eventos e fazendo grandes trabalhos de marketing 29/02/2016 às 12:10
Show 1
Na lista de amigos seletos do jornalista está a cantora Anitta
Laynna Feitoza Manaus, AM

A carreira do jornalista Rodrigo Branco iniciou no Brasil, em 2002. De estagiário na TV Bandeirantes no período, em 2005, com apenas 24 anos, ele passou a dirigir um programa da emissora, se tornando o diretor mais novo da televisão. Por lá, ele trabalhou com grandes nomes da televisão, como Márcia Goldschimidt, Adriane Galisteu, entre outros. Ele também acumula no currículo uma passagem pelo Multishow e no The Ultimate Fighter, na Rede Globo – último projeto que ele fez no Brasil antes de se mudar para a Flórida, nos EUA.

Foi aí que sua vida mudou. O comunicador, que em seus três últimos meses no Brasil fechou uma parceria com a 9ine - agência de marketing e entretenimento de Marcus Buaiz e Ronaldo Fenômeno – abriu um escritório em Orlando para gerenciar os projetos da empresa. E a partir daí ele consolidou a sua carreira internacional, produzindo eventos, trabalhando com o marketing de diversas companhias americanas e tupiniquins e, principalmente, com o grande público que investe em Orlando: as celebridades brasileiras. E delas, Rodrigo é o grande queridinho quando o assunto são os parques temáticos da Disney.

“Orlando foi a cidade mais visitada dos Estados Unidos, com 100 milhões de turistas no ano passado. Desta parte, temos uma grande fatia brasileira. Por isso, o interesse das marcas em se relacionarem com o Brasil”, declara ele, que faz questão de desmistificar que sua função não é ser um guia turístico ou um corretor de imóveis para seus clientes. “Eu brinco com essa coisa de guia porque trago muitos amigos para cá, feitos ao longo desses 12 anos de carreira”, pontua. Branco é responsável por fazer todo o canal de relacionamento com os parques temáticos. E, principalmente, com a Universal Studios.

“Meu escritório monta toda a estrutura para receber as celebridades. Por exemplo, se estamos com a Ivete Sangalo, ela tem um guia VIP em todos os parques, acompanhamento na imprensa, faz fotos para revistas e fazemos toda a mídia no Brasil. Geramos conteúdo para todos os sites e para revista como Caras e Quem”, pondera o jornalista. Hoje, ele admite que as relações-públicas viraram o carro-chefe de seu escritório. “Muitas celebridades vêm para cá e eu cuido de toda a viagem, como a Anitta, que veio na semana passada. Foi o escritório que fechou parceria de passagem, hospedagem, de todos os parques. A gente monta tudo para o artista, eles vêm para cá fazer ações. E eu só trago amigos, então passo muito tempo com eles”, destaca.

Percepção

Para Rodrigo, o marketing e o entretenimento são totalmente ligados ao jornalismo, porque o mundo das celebridades gera um grande material para as publicações. “Falo que a TV e a mídia brasileira são muito mais similares ao mundo latino. Nos Estados Unidos, o entretenimento é uma indústria, não é como é feito no Brasil. Entretenimento é algo americano. A organização, essa coisa industrial e com a sensação de que tudo tem no manual está presente em todos os ramos do país”, coloca ele, dizendo que nada é por acaso neste meio. “A Kim Kardashian não posta uma foto por acaso. A Beyoncé não vai em um evento por acaso. Tudo é planejado e estruturado. Assim como me diz o Marcus Buaiz: carreira é uma estratégia, você constrói uma imagem”, encerra.

Publicidade
Publicidade