Domingo, 16 de Junho de 2019
Música

'O vingador' em dose dupla: Leon Correia fará dois shows na capital amazonense

Um show acontece no dia 29, no bar Zer092, e o outro no dia 31, na Copacabana Chopperia



leon.jpg Leon Correia é um cantor sertanejo de 27 anos, natural do estado de Goiás (Foto: Grace Kaneblai/Divulgação)
28/12/2016 às 14:17

Ao primeiro contato com a reportagem, Leon Correia pediu desculpas, por ter acabado de acordar. “Nosso trabalho é engraçado, trocamos o dia pela noite”, diz o cantor sertanejo, que sempre abre um sorriso ao ver que em sua agenda nacional de shows tem Manaus. “Eu falo que Manaus é minha segunda casa hoje em dia”, coloca o cantor, famoso pelo hit nacional “Se Vinga Comigo”, que o fez ficar conhecido no cenário sertanejo como “O vingador”.

Ele se prepara para uma dose dupla de shows na capital amazonense: um no dia 29, no bar Zer092, e no dia 31, na Copacabana Chopperia. O repertório de Leon para os dois shows é composto por músicas autorais e de outros artistas do sertanejo. “Além disso, tem algumas outras músicas compondo o repertório com outros gêneros musicais, com um pouco de funk, e axé para dar uma inovada no nosso show. Tentamos fazer um trabalho diferenciado para o Norte em relação a outros repertórios pelo Brasil”, adianta o goiano.

Os shows serão marcados por vários momentos de interação com o público. O principal deles é o do bloco de funk e sertanejo chamado “Funknejo”. “Costumamos chamar cerca de 7 a 8 mulheres para subir no palco e dançar comigo essas músicas. A gente faz um trabalho de interação, sensualidade e carinho com os fãs”, destaca Leon. Em Manaus, ele pensa inclusive em gravar um DVD, devido ao amor e carinho com o qual sempre é recebido por aqui. “Estou indo para minha quinta apresentação em Manaus. Só esse ano fui três vezes aí”, comenta o cantor, que tem dois fã-clubes na cidade.

Início

Leon começou sua carreira muito cedo, na adolescência. “Nas escolas, tínhamos aquilo de querer tocar e cantar, sempre gostei. Aí em Brasília surgiram as boates matinês, que são boates em que entravam pessoas de 12 a 17 anos. Eu comecei a cantar nessas boates, festas e escolas e formei minha primeira banda de música baiana, só depois que entrei no sertanejo. São mais ou menos 12 anos no mercado”, diz Correia. Hoje, ele possui um escritório com pessoas que cuidam de sua carreira profissional. “Estou há um ano e nove meses rodando o Brasil afora”, complementa.

Mesmo com o início de carreira selado com a música baiana, Leon assegura que o sertanejo sempre foi sua grande inspiração e raiz. Mas os dois gêneros talham a sua personalidade artística. “Minhas inspirações musicais são de alguns artistas que já se consagraram no mercado, e alguns que já se foram, como Cristiano Araújo. As pessoas acham que eu tenho o timbre parecido com o dele. É uma pessoa que tive o prazer de conhecer e uma das minhas maiores inspirações. Em relação ao palco e interação com o público, gosto muito do Leo Santana. Tento fazer essas duas misturas de gêneros musicais para estar agregando ao meu show um ótimo espetáculo”, encerra.

Serviço

o quê: Festa “Royal”

quando: 29/12, a partir das 22h

onde: Zer092 (Rua Jutaí, 285, Vieiralves)

quanto: Área premium - R$ 60 (homem e R$ 40 (mulher)

 

o quê: “Reveillon 100% Open Bar”, na Copacabana Chopperia (Av. Turismo, 2666, Tarumã).

quando: 31/12, a partir das 22.

quanto: R$ 80 (pista), R$ 120 (área VIP)


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.