Publicidade
Entretenimento
Vida

Obra do artista plástico Euros Barbosa é destaque da “Lavagem Expo Brazil 2013”

O artista plástico e chargista amazonense Euros Barbosa já agendou outro trabalho em terras estrangeiras 20/08/2013 às 09:19
Show 1
A tela escolhida para o evento é uma versão modernizada do Teatro Amazonas
Gabriel Machado ---

Depois de deixar a sua marca no Salon National des Beaux-Arts (SNBA), no Museu do Louvre, em Paris, o artista plástico e chargista amazonense Euros Barbosa já agendou outro trabalho em terras estrangeiras. Adepto da técnica photo painting - onde a imagem é alterada digitalmente -, o artista é um dos convidados para participar da “Lavagem Expo Brazil 2013”, exposição brasileira que abre oficialmente a “Brazilian Week” (ou “Semana Brasileira”, em uma tradução livre), em Nova York.

A mostra, que agitará os espaços da famosa HSA Galeria 4 West, vai para o seu 4º ano e já abrigou obras de nomes como Chester Higgins Jr. (New York Times), Luiz Ribeiro (New York Post) e Ricardo Pimentel (Folha de São Paulo). “A exposição reúne vários artistas do Brasil, e eu sou o representante do Amazonas”, disse Euros, que, devido a problemas com o visto, não poderá embarcar para o evento. “Aconteceu tudo muito rápido e não tive tempo de tirá-lo (o visto). Então estou enviando apenas o meu trabalho”, completou.

A obra em questão, que ficará exposta aos moradores da Big Apple do dia 26 a 31 de agosto, é uma visão modernizada do maior monumento histórico do Estado: o Teatro Amazonas. “A ideia para a tela veio naturalmente, quase como um impulso. Gosto bastante do Teatro e tenho várias histórias por lá, onde já trabalhei como ator e diretor. Quis fazer uma homenagem a essa época da minha vida”, destacou o chargista, referindo-se ao trabalho de 80x65cm. “Lembra muito as pinturas do Andy Warhol. É uma arte meio pop”, frisou.

CONVITE

A oportunidade de participar da “Lavagem Expo Brazil 2013” surgiu através de um primo de Euros, que ficou sabendo, por meio de um cartaz, sobre a seleção de obras brasileiras para compor o line-up da mostra. “Ele (meu primo) é super antenado nas redes sociais e me encaminhou esse anúncio. Entrei em contato com o curador do Amazonas, Shalom Benchimol, que gostou bastante dos meus trabalhos e me convidou para a exposição”, revelou.

“Quero aproveitar esse gancho com as mostras de Paris e Nova York e preparar outra em Manaus, com telas em photo painting, para o final do ano ou início de 2014. Há muito tempo que não monto uma exposição na capital”, lamentou o artista. Antes disso, porém, ele já tem destino certo: a cidade de Natal, no Rio Grande do Norte. “Acabei de receber um convite para uma mostra individual por lá, em novembro. Ela acontecerá na pinacoteca pública do município e está sendo organizada por Nathy Passos, do Grupo de Apoio à Criança e Adolescente com Câncer (GACC). Pretendo levar no mínimo umas 15 telas”, encerrou.

Publicidade
Publicidade