Quarta-feira, 15 de Julho de 2020
Vida

Obras de artista plástico são inspiradas no trabalho feito por Picasso em 1907

Os desenhos do artista amazonense Jandr Reis têm como inspiração “Les Demoiselles d’Avignon”



1.gif As obras serão penduradas em manequins e expostas numa champanheria
25/08/2012 às 08:35

Grandes artistas se inspiram em grandes artistas. E não é diferente com o artista plástico amazonense Jandr Reis, que inaugura na próxima terça-feira, dia 28, a exposição “Picassianas”. Com aproximadamente 20 telas inéditas, a mostra traz obras produzidas por Reis a partir de 2010, cuja influência vem, como diz o nome, do espanhol Pablo Picasso. As obras ficarão expostas no salão d’A Viúva Negra Champanheria, na rua Ferreira Pena, 91, Centro.

Pintada em 1907, a obra “Les Demoiselles d’Avignon” é a forte inspiração para a mais recente série confeccionada por Jandr Reis. “Todo artista se inspira em algum grande mestre da História da Arte. O próprio Picasso reproduziu mais de 50 vezes ‘As meninas’ (1656), de Diego Velásquez. Ele as reproduziu de acordo com o estilo desenvolvido por ele mesmo. Faço algo parecido nessa série, mas com referência às mulheres da famosa obra de Picasso”, disse.



Estilo próprio

Mas a influência não significa reprodução, claro. “Há uma leve impressão do que foi feito por Picasso, mas traduzido num estilo meu. É somente uma alusão a obra do mestre espanhol”, ressaltou. Na obra de Picasso, são retratadas cinco prostitutas de um bordel localizado na rua Avinyó, em Barcelona. Nenhuma das figuras é reproduzida com as formas femininas convencionais, neste que é um dos trabalhos precursores do cubismo e da arte moderna.

Pintando constantemente – em geral, paralelamente a outras atividades, como assistindo filmes ou ouvindo música – Reis acredita que “Picassianas” seja mais um estudo da obra e estilo de Picasso. “Vou burilando e vai saindo. Costumo dizer que são estudos do dia-a-dia e, dependendo do olhar de cada pessoa, acabam se transformando em obras de arte”, completou.

Modéstia

Com um acervo pessoal contendo mais de 2 mil obras, o artista declarou escolher obras com tons mais escuros, para combinar com o novo nome e perfil da champanheria localizada no Centro da cidade. Aguada de tinta acrílica, nanquim, pincel japonês sobre papel triplex e papel americano Berkshire foram os materiais utilizados na produção das obras.

A maioria tem tamanho relativamente reduzido – muitos trabalhos não ultrapassam os 30 x 20cm –, mas uma das telas foge desse contexto e chega a ter 1m x 70cm. “Já cheguei a pintar dezenas por dia, mas tudo depende do meu humor. E é bacana porque às vezes saem dez ou 20 desenhos por dia, geralmente em pequenos formatos”, disse.

E, com a modéstia que lhe é característica, o artista plástico reforça. “Produzo constantemente, mas não quer dizer que seja uma grande obra de arte”. Desculpe-nos, Jandr, mas vamos concordar em discordar.

Perfil de Pablo Picasso


91 anos Nasceu em Málaga, Espanha, e faleceu em Mougins, França, em 8 de abril de 1973.

arte  Inventor do cubismo, é um dos mestres da arte do século 20, e é considerado um dos artistas mais versáteis e influentes do mundo.







Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.