Sexta-feira, 06 de Dezembro de 2019
Vida

'Ópera bem popular' é a atração principal no Teatro Amazonas

O espetáculo reúne grandes óperas, porém sem os tradicionais arranjos eruditos, e sim em ritmos brasileiros, como samba, xaxado, baião, Bossa Nova e outros



1.jpg “Ópera bem temperada” une arte lírica e ritmos brasileiros como samba e baião
19/06/2012 às 11:16

 A união dos talentos do Balé Folclórico do Amazonas, com do Coral do Amazonas e da Orquestra de Violões do Amazonas resultou no espetáculo “Ópera bem temperada”, que será apresentado hoje, às 20h, no Teatro Amazonas (Largo de São Sebastião, Centro). O espetáculo reúne grandes óperas, porém sem os tradicionais arranjos eruditos, e sim em ritmos brasileiros, como samba, xaxado, baião, Bossa Nova e outros.

 A entrada é franca. Algumas das peças que serão apresentadas nessa versão popular são “Carmen”, “O barbeiro de Sevilha”, “Madama Butterfly”, “Don Giovanni”, “O Guarani”. “Pegamos as óperas mais conhecidas e as trazemos para o ritmo brasileiro. Por exemplo, ‘Carmen’ é tocada em ritmo de xaxado. Tem várias óperas, mas todas trazem esse tempero brasileiro”, disse Muriell Gonçalves, assistente de direção do Balé Folclórico do Amazonas.



Origem

Ainda de acordo com Muriell, a ideia do espetáculo foi de autoria do maestro Marcelo de Jesus, que também é o diretor dos Corpos Artísticos da Secretaria de Estado de Cultura (SEC). “Ópera bem temperada” estreou em maio deste ano, durante o Festival Amazonas de Ópera (FAO). “A resposta do público foi muito positiva. Ele faz mais parte da ópera quando ela se torna popular”, contou a assistente. “Em minha opinião, o ponto mais forte é ‘Carmen’, porque transformamos Carmen numa cabocla. Ao invés de saião vermelho, elas (bailarinas) usam saiões floridos”, complementou. Ao todo, o espetáculo tem uma hora de duração e conta com 25 bailarinos.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.