Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019
Vida

Operação “Cartel do pó” prende onze pessoas em Maués (AM)

Os mandados foram expedidos pelo juiz de direito da Comarca, Wilton Pio. A operação foi coordenada pelo delegado Mário Melo, titular do 44º. DP, e pelo policial Fábio Silva, do FERA. Entre os presos está o irmão do vice-prefeito e um subsecretário



1.jpg O principal foco da ação é o combate ao tráfico de droga. As investigações foram realizadas pela 44º. DP de Maués (386 quilômetros de Manaus)
06/02/2012 às 14:45

O 44º. Distrito de Polícia de Maués (386 quilômetros de Manaus), com apoio da Força Especial de Resgate e Assalto (FERA) desencadeou, neste sábado (4), a operação “Cartel do pó”, que resultou na prisão de 11 pessoas, oito delas em cumprimento a mandados de prisão. Entre elas, está o subsecretário de Produção Rural Luiz Carlos Dinelly e o irmão do vice-prefeito da cidade, Jhony Dorsane.

Ao todo, nove mandados foram expedidos pelo Juiz da comarca da localidade, Wilton Pio. A operação foi coordenada pelo delegado Mário Melo, titular do 44º DP  - distrito responsável pelas investigações - e pelo policial Fábio Silva, do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (FERA).

A operação também teve como foco o combate ao tráfico de droga. Ao todo, a polícia pediu a prisão  preventiva de nove suspeitos.



De acordo com o delegado Mário Melo, no dia 26 de janeiro, após denúncia anônima, foi preso em flagrante o casal Turíbio Caitano da Silva Junior e  Poliana Tavares Leite. No local foram encontrados documentos relativos à contabilidade de uma quadrilha que comercializa entorpecente no município. O acusado foi apontado nas investigações como químico do esquema.

Na residência da dupla também foram apreendidos dinheiro, drogas e dois revólveres calibre 38. Com a prisão do casal, novos envolvidos foram apontados, o que resultou na representação dos mandados de prisão.

Na ação foram presas dez pessoas, oito em cumprimento aos mandados de prisão, um em flagrante por tráfico de droga e uma em Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), por ameaça.  

São eles: Dohnny de Oliveira Martins, 28, irmão do vice-prefeito do município, Raimundo Moreira de Azevedo, 40, Ivancleison Manuel de Matos, 21, Otávio Vaz de Souza, 39, Renison Carlos Brilhante, 36 - um dos sócios da danceteria usada como fachada pela quadrilha, e  conhecido como “boca de fumo” -, Francinildo de Souza, 32, Luiz Carlos Augusto, 29 - secretário municipal de produção e sócio da danceteria- , e Genivan Souza Nunes, 33, todos em cumprimento a mandado de prisão. Renato da Silva Barbosa, 18, foi detido em flagrante por tráfico de droga. Com ele foiramencontrados 100 gramas de cocaína.

Os acusados responderão por tráfico de droga e associação para o tráfico, e ficarão à disposição da Comarca de Maués.




Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.