Terça-feira, 17 de Setembro de 2019
CONCURSO

'Orquestra Puxirum' é única representante do Norte em concurso nacional da Red Bull

Grupo foi uma das onze bandas selecionadas em todo o país para segunda etapa do Red Bull Break Time Sessions



BV0318-002F.jpg Formada em 2012 por acadêmicos do curso de licenciatura em música da Ufam, orquestra tem influências do carimbó ao beiradão (Divulgação)
18/07/2017 às 05:00

Foi de forma despretensiosa que o maestro e violinista Diego Alessandro resolveu inscrever seu grupo, a Orquestra Puxirum, no Red Bull Break Time Session, concurso nacional que busca encontrar novos talentos da música nas universidades do país. Com um repertório que une influências do carimbó ao beiradão, a orquestra acabou sendo a única representante do Norte a ser selecionada entre as onze melhores do Brasil. Agora, o grupo se prepara para a segunda e última etapa da competição com uma apresentação nesta sexta-feira (21) no Os Intocavéis Gastropub, localizado na Avenida Rio Jutaí, Vieralves, a partir das 22h.

Sem noção nenhuma da dimensão do evento, Diego conta que a apresentação deveria ser apenas um show como outro qualquer no local onde a banda nasceu. “Nós ficamos sabendo que ia ter esse evento da Red Bull com seleção de bandas universitária na Ufam e como a Puxirum surgiu nesse meio acadêmico decidimos entrar. Sabíamos que estávamos participando de um concurso só que a gente meio que nem ligou de cara, só queríamos fazer nosso show”, revela.

A notícia da seleção para a próxima fase veio apenas dois meses depois da apresentação. No momento o grupo vem trabalhando na construção do repertório para o show desta sexta-feira sem deixar de lado a influência regional, principal marca da banda. “A característica do grupo é valorizar a musica do norte, o carimbo, beiradão, por exemplo. Tocaremos Raízes Caboclas, Texeira de Manaus, além de nossas autorais” conta Diego.

‘Mutirão musical’

A Orquestra Puxirum surgiu em meados de 2012 da união de alguns estudantes do curso de licenciatura em música, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam). A inspiração principal vem da riqueza sonora que a região propícia. Com dez componentes na formação, a orquestra conta com instrumentos de sopro (saxofone e flauta), cordas (violão, contrabaixo e violino), percussão e vozes.

Essa conexão com região faz jus inclusive ao nome do grupo, batizado de ‘Puxirum’, termo que tem sua origem no dialeto indígena. “A palavra puxirum vem do tupi que significa mutirão, um grupo mesmo, uma reunião, nós fazemos um puxirum musical, uma reunião de músicos”, explica Diego.

Red Bull Break Time Sessions

Foram mais de cem bandas inscritas de norte a sul do país que se apresentaram em universidades ao longo do primeiro semestre do ano. Dentre elas, apenas onze foram selecionadas para a segunda e última etapa do concurso Red Bull Break Time Session, que tem como prêmio a gravação de um EP nos estúdios da Red Bull, em São Paulo. Esse ano, a curadoria responsável pela escolha das onze bandas foi formada pelos engenheiros de som da Red Bull Studios, Rodrigo “Funai” Costa e Alejandra Luciani, além do vocalista da banda Scalene, Gustavo Bertoni.

Entre os dias 21 e 23 de julho, as bandas finalistas se apresentarão em casas noturnas de suas cidades na qual estará presente uma comissão responsável por captar e enviar os materiais para a Red Bull, que disponibilizará tudo através do site oficial do evento para que o público possa votar na grande campeã.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.