Publicidade
Entretenimento
FOTOGRAFIA

Ópera inspira exposição fotográfica 'Ensaio Lírico' em cartaz no Casarão de Ideias

Mostra produzida pela fotógrafa Bárbara Umbra e tendo como modelo a soprano Dhijana Nobre fica em exibição por um mês 12/01/2019 às 17:39 - Atualizado em 13/01/2019 às 20:03
Show n3  1  0eaed028 bd7a 4782 96c3 ca2665854609
A cantora lírica Dhijana Nobre posou para as lentes de Bárbara Umbra em ensaio fotográfico inspirado em árias e personagens famosos de óperas
Lucy Rodrigues Manaus (AM)

As cores e os sons de árias e personagens da ópera inspiraram a fotógrafa Bárbara Umbra e a soprano lírica do Festival Amazonas de Ópera Dhijana Nobre a produzirem um ensaio fotográfico cheio de magia e beleza. Composta por sete  imagens  conceituais, que envolveram, além de pesquisa musical e cênica, uma minuciosa pós-produção artística, a mostra “Ensaio Lírico” está em cartaz no Casarão de Ideias, onde ficará  durante um mês.

Ex-aluna de canto lírico e fascinada pelo universo da música, a fotógrafa amazonense conta que sempre teve vontade de realizar algo nesse sentido. “Surgiu, então, da vontade da Dhijana [Nobre], cantora lírica, soprano e solista de vários papéis no festival de ópera, a iniciativa de encabeçar essa pequena produção”, relata Umbra.

As fotos foram inspiradas  em árias e em personagens de óperas que Dhijana cantou em concertos e nos Festivais Amazonas de Ópera. “Foi um sonho realizado para nós duas. A ópera é uma arte completa: temos canto, teatro e dança e a magia que ela nos proporciona é algo inigualável. Nos transportamos para o universo do belo e o resultado não podia ser diferente: o clássico em belas fotografias, sob o olhar artístico de duas amantes dessa arte. Total realização!”, comentou a cantora lírica sobre o resultado do trabalho.

A exposição 



Em uma das imagens, Dhijana encarna a personagem Amina, de “La sonnambula”, uma ópera em dois atos de Vicenzo Bellini, apresentada em forma de concerto no Teatro Amazonas em 2016. Na foto, ela segura uma flor murcha, representando o momento de uma das árias mais sublimes para a soprano: “Ah, non credea mirarti”, em que a protagonista canta em estado de sonambulismo, contemplando a flor  que Elvino (tenor) havia lhe dado no dia anterior. “A sonâmbula canta seu amor infeliz”, resume Umbra.

Já outra fotografia é inspirada em um vocalize (melodia vocal sem palavras) do compositor Wojciech Kilar.  “Gosto muito desse vocalize. Essa é minha foto preferida e também a que deu mais trabalho para produzir”, conta a fotógrafa. 

Enquanto Dhijana solfejava a partitura, na qual a sonoridade serviu de inspiração para a foto e suas cores quentes, na pós-produção, dezenas de outras  partituras eram arremessadas contra ela pelo auxiliar Georgios Kellaris; além do vento que entrava pela janela da sacada. “Foram dezenas de tentativas até termos várias fotos com boas composições, com um bom movimento no figurino, expressão da cantora, posição dos papéis voando”, lembra Umbra. 

Outra imagem em exposição é inspirada na ária antiga  italiana Intorno all'idol mio, de Antonio Cesti. Nela, a soprano está deitada sobre um chão esverdeado,  e as cores do figurino formam um belo contraste.  “Para essa foto, dei um tratamento posteriormente mais próximo de uma pintura, com pouca nitidez e cores menos fidedignas, como se fosse pensar em um frame de filme”, explicou a artista visual. 

A cantora conta que para se chegar ao resultado final foi necessário superar alguns desafios, mas todo o esforço valeu a pena.  “Vimos que foi um trabalho criterioso e que nos tomou tempo. Tem muita coisa que a gente pensa a respeito das fotos no que se refere a poses, temperamento, intenção, cores das roupas, combinação de cenário, etc., e na hora de executar temos que lidar com várias outras problemáticas como horários, prazos, clima, cansaço... mas o prazer de fazer tudo isso foi maior, e ainda por cima, ver um resultado tão lindamente delicado e coerente nos deixaram realizadas e com vontade de continuar o projeto”, concluiu Nobre.

As locações escolhidas para o ensaio foram a Casa Eduardo Ribeiro e o Ideal Clube. Foram duas semanas para produzir as fotos, porém mais ou menos  um dia de pós-produção (de 3 a 6 horas, dependendo da foto) para cada imagem. Os figurinos foram cedidos pela Secretaria de Estado de Cultura (SEC) e a maquiagem é de Eugênio Lima. A mostra ficará em cartaz durante um mês no Casarão de Ideias.

Serviço

 O quê :  Exposição Fotográfica Ensaio Lírico

 Onde :  Casarão de Ideias,  Rua Barroso, 279, Centro

 Quando :   Em cartaz até meados de fevereiro

 Informações :   Outras imagens também podem ser conferidas no instagram @umbrafotografia
 

Publicidade
Publicidade