Publicidade
Entretenimento
Vida

Parques municipais viram palco de brincadeiras tradicionais, aproximando pais e filhos

Amarelinha, bambolê e corda são algumas das diversões que estão sendo resgatadas pela iniciativa, no momento em que as brincadeiras 'digitais' imperam 28/06/2015 às 19:04
Show 1
Parque da Criança no Aleixo é uma das opções para os pais levarem os filhos
Saadya Jezine Manaus (AM)

CONFIRA A GALERIA DE IMAGENS

O culto às brincadeiras tradicionais, como gangorra, gira-gira, amarelinha, corda e bambolê, está sendo resgatado em parques municipais de Manaus. São programações voltadas exclusivamente a crianças de até 12 anos. Com estrutura física e de monitoria, esses espaços, como o Parque Cidade da Criança, são preparados para atender, em dias normais, mais de 2 mil pessoas.

“Em datas festivas, férias, carnaval, festas juninas, dia das crianças, o público chega a uma média de 4 mil pessoas em um único dia. Em finais de semana normais, dá em torno de 2 mil no sábado e a mesma quantidade no domingo”, destaca Vera Mendes, assessora de administração do parque.

A industriária Andreia Silva escolheu o último final de semana para conhecer o lugar junto com o filho Gabriel, de 4 anos. Segundo ela, a satisfação aconteceu logo nos primeiros minutos “é difícil um lugar com uma programação voltada para as crianças, ainda mais com brincadeiras da nossa época. Estou há 30 minutos mas já  pretendo voltar outras vezes”.

O convite foi feito por uma amiga de profissão que é frequentadora do parque, Giza Nascimento, que foi levar o filho, de 4 anos, Pedro Vinicius. Para ela, o ambiente contribuiu para a mudança no comportamento do menino. “Desde que ele começou a frequentar o parque, ficou mais interativo com outras crianças”.

Foto: Evandro Seixas

Vera Mendes destaca que todas as atividades desenvolvidas no Cidade das Crianças são formuladas por uma equipe de profissionais capacitados, preocupados com o resgate da cultura, mas também com o desenvolvimento da criança. “É uma equipe de aproximadamente 23 pessoas que inclui recreadores, profissionais da limpeza, administrativo e uma equipe pedagógica”, destaca a assessora.

Interação com os pais

Segundo Vera, a ideia de extensão do quintal da sua própria casa, além do resgate de brincadeiras antigas, possibilita a interação com os pais, que hoje tende a ser cada vez mais restrita, por conta do tempo que as pessoas dedicam ao trabalho. “Nesse ambiente, é visível a satisfação dos pais porque eles acabam vendo os filhos praticarem as mesmas brincadeiras que eles quando crianças e, muitas vezes, acabam interagindo com os filhos também. O que não acontece mais com tanta frequência em casa devido à falta de tempo e, muitas vezes, de espaço que permita a prática dessas atividades. Nem todo mundo tem um quintal como esse em casa”.

Saiba mais: Paço da Liberdade

Outro espaço com o mesmo perfil é o Paço da Liberdade, localizado no Centro de Manaus. A programação do local também inclui excursão, com visitas de cerca de 40 minutos. As turmas percorrem todo o museu acompanhadas por um guia. O percurso inclui as mostras permanentes e de longa duração em cartaz no Paço, como a Coleção Thiago de Mello e a Pedra Fundamental da Pinacoteca Municipal.

Arqueologia

Há também no espaço exposição arqueológica, com urnas funerárias que remontam ao período por volta de 900 a.C. a 1000 d.C e foram conservadas durante a restauração do espaço. A arquitetura neoclássica do local também é uma atração à parte.

Visitas

As visitas ao Paço podem ser feitas pela manhã ou tarde, entre 9h e 17h, com entrada da última turma às 16h30. O agendamento pode ser feito por meio do telefone (92) 3622-4991 ou pelo e-mail paco.museu@gmail.com.

Destaque

Com entrada e todas as atividades gratuitas, como biblioteca, pintura, oficinas lúdicas, sessão de fotos com personagens infantis, além de tirolesa, e demais brincadeiras, o Parque Cidade da Criança atende nos finais de semana - sábado e domingo - das 10h às 20h. De terça a sexta o funcionamento é de 8h as 12h e 13h as 17h.

Busca rápida

Projeto de Lei quer regulamentar uso

Está tramitando na Assembleia Legislativa (ALE-AM), o Projeto de Lei Ordinária N 178/2015 de 11/06/2015, proposta pela Deputada Alessandra Campelo.  No documento, estão presentes nove artigos que dispõe sobre normas de segurança e manutenção em brinquedos e equipamentos lúdicos, dos parques infantis (playgrounds), localizados em logradouros públicos e estabelecimentos de educação infantil e de ensino fundamental, públicos ou privados.

Publicidade
Publicidade