Publicidade
Entretenimento
Vida

Peça infantil 'O Natal de Chapeuzinho Vermelho' chega a Manaus neste final de semana

A peça é protagonizada pela veterana no teatro, Pitty Webo, conhecida por atuações em Confissões de uma Adolescente (2001) e Mulheres Apaixonadas (2003) 17/12/2014 às 08:39
Show 1
Peça teatral será apresentada neste final de semana no Teatro Direcional, do Manauara Shopping
Laynna Feitoza Manaus (AM)

E se o lobo mau não morrer no final? A tônica dramática da versão original do conto de “Chapeuzinho Vermelho” perde força em uma nova versão, dirigida e adaptada pela atriz carioca Pitty Webo e que chega aos palcos do Teatro Manauara neste sábado (20) e domingo (21). Intitulada “O Natal de Chapeuzinho Vermelho”, a obra é revisitada na atmosfera natalina e nos aspectos modernos da infância atual com muito bom humor.

Datada pela diretora como uma comédia voltada para pais e filhos, o espetáculo tem seu início quando a mãe da Chapeuzinho leva um panettone para a casa da avó, como uma das preparações para a passagem do Natal na casa da matriarca da família. “Já o lobo mau (vivido pelo ator Kadu Moratori) não tem onde passar o Natal, e a Chapeuzinho cruza com ele e tem toda a brincadeira dela se assustar com o lobo, mas no desfecho há um final feliz”, afirma Pitty. 

Na sua adaptação, Webo lida também com um tema bastante atual: o bullying. “Acho o desfecho da história original muito cruel, porque o lobo morre no final. Na minha adaptação o lobo não é mau; na verdade, recebeu esse apelido porque sofreu bullying na escola”, comenta a atriz, que vive a protagonista, lembrando que a recepção das crianças ao novo formato do conto é a melhor possível. “Nas apresentações, as crianças acabam gostando muito”, acrescenta.

CENÁRIO E FIGURINO

O cenário contém um misto das gerações existentes na trama: a casa da mamãe, a floresta e a casa da vovó de Chapeuzinho. “Como são três gerações, a história fala da geração da mãe e vó (interpretadas pela atriz Heloisa Migliavacca) e filha. É como se elas copiassem alguns aspectos seus de uma geração para outra. Na casa da mamãe, por exemplo, tem rosas. Na da vovó, há violetas. E ainda reproduzimos a noite em meio à floresta montada no palco”, completa ela.

O figurino também foi atualizado e recebeu um ar de despojamento “teen”. Além de, claro, uma nova caracterização dos desejos de criança. “A Chapeuzinho usa óculos e tênis. Tem criança na plateia que usa óculos e quando a vê, fica feliz. É claro que é um clássico e respeito sua forma original, mas atualizei temas, texto e figurino. A Chapeuzinho faz uma lista enorme para o Papai Noel pedindo brinquedos atuais, como a Peppa Pig, Monster High, entre outros. Inclusive a mãe, em um momento, até brinca: ‘Puxa vida, se ele trouxer isso vai entrar no cheque especial’”, confirma Pitty, aos risos.

SOM VINTAGE

A sonoplastia da montagem é composta por músicas clássicas, de autores como Mozart e Beethoven, justamente para proporcionar uma viagem às trilhas sonoras de antigamente.“Todo mundo adora a trilha, pois lembra a dos desenhos animados mais clássicos, como Pica Pau e Popeye”, relata Webo. O espetáculo estreou em 2012, numa versão do clássico ainda sem a temática natalina. “Estreamos no Fashion Mall do Rio de Janeiro e fizemos várias turnês, que incluíram cidades como Salvador (BA), Anápolis (GO), Macapá (AP), entre outras”, relembra a atriz.

SERVIÇO

o que é: Espetáculo "O Natal da Chapeuzinho Vermelho"
onde: Teatro Manauara (Manauara Shopping, Av. Mario Ypiranga, 1.300, Adrianópolis)
quando: 20 (às 15h) e 21 de dezembro (às 17h)
quanto: R$ 40 (meia)
infos: (92) 3342-8030

*Confira matéria completa no caderno Bem Viver do Jornal A Crítica desta quarta-feira (17)

Publicidade
Publicidade