Publicidade
Entretenimento
FESTA

'Pediu Para Pará Pirou' tem como principal atração Lucas Estrela

Festa acontece neste sábado, 22, a partir das 19h, no Ao Mirante Music Bar ao som de muita música paraense 21/09/2018 às 14:15
Show cabron d945e1da 6da2 4046 b7e2 56ba66926804
Músico é conhecido pelo Brasil pelo seu estilo da tecnoguitarra. (Foto: Divulgação)
Maria Paula Santos Manaus (AM)

Lucas Estrela apresenta paisagens que permeiam as vivências em Belém do Pará a partir da música instrumental. Levando o tecnobrega mesclado com a guitarrada Brasil afora. E volta a Manaus pela segunda vez no “Pediu Para Pará Pirou”, que ocorrerá este sábado, 22, no Almirante Bar.

Para o show na capital, o cantor trará os sucessos de seu primeiro álbum “Sal ou Moscou”, que pinta suas experiências de vida na ativa cidade paraense, e também o repertório do segundo álbum patrocinado pelo Natura Musical, “Farol”, este já traz experimentos do carimbó com a música digital, além da tecnoguitarrada do primeiro. Lucas revelou ainda que irá apresentar duas músicas inéditas que desenvolveu para Manaus.

“Além desse lance do repertorio, trago outros tipos de influências não só da guitarrada e do tecnobrega, trago outras coisas juntas. Estava ouvindo muita música colombiana, e estava nessa busca do que trazer pra música regional os tambores e o curimbó pra música eletrônica, então bandas como o duo ‘Mitu’ e ‘bumba stereo’ abriram a minha cabeça”, comentou.

Um Pouco Além

Estrela imprime suas visões sensoriais, referências e linguagem próprias, deixando o ritmo mais pop e apontando em direção à consolidação de uma releitura da guitarrada paraense que ganhou públicos em vários estados do Brasil.

“É maravilhoso representar a nossa música, a música do Norte do Brasil e paraense, né? A gente que mora tanto em Belém quanto Manaus são cidades muito afastadas do eixo Rio-São Paulo, então é sempre muito difícil viajar e fazer turnê morando no Norte, então poder realizar esse desejo é maravilhoso”, disse o artista.

“Desde o último disco “O farol” eu tive essa oportunidade incrível de viajar o País em festivais, shows, conhecer pessoas incríveis, fiz amizades até com artistas incríveis de Manaus com Márcia Novo, Anne Jezini, Elisa Maia, essa que me levou pela primeira vez na cidade... Então ir pela segunda vez é esplêndido”, complementou.

Perguntas Para 

Lucas Estrela, Músico

Na sua opinião, como o público vem recebendo a música nortista?
"O público recebe muito bem em outros estados, porque nossa música é muito diferente e isso chama muito a atenção. No meu caso, por ser música instrumental tem muito mais desse lance, normalmente é sempre um choque muito grande do público. Tentamos quebrar ao máximo as barreiras entre o público e a música instrumental, levando a música tradicional (nossa guitarrada), criada no interior do Estado há mais de 50 anos e levar isso para outro ambiente de festivais e festas é o objetivo para juntar a música eletrônica com a música tradicional".

É importante músicos saberem suas raízes registradas na música?
"
É importantíssimo saber de onde viemos e quem veio antes da gente para que o que faço hoje seja possível, e ao mesmo tempo é necessário saber até onde é esse limite. A questão da ancestralidade é muito delicada, mas também um certo momento que você precisa se reconhecer com seu trabalho, dando continuidade da sua forma, deixando a música tradicional preservada e apresentada a outras pessoas mas com o intuito de se renovar e se reciclar cada vez mais".

Hoje, como você se enxerga como artista?
"
É um pouco disso tudo, a pessoa que tenta buscar essa música de raiz nossa e apresentar isso a outras pessoas, mesmo que de uma maneira um pouco ‘modernizada’, mais contemporânea, mas ainda assim a guitarrada está muito presente. E eu vejo isso hoje em dia nas músicas mais jovens de Belém, que nunca tiveram contato com a guitarrada e tiveram a primeira vez através de mim. Eu me sinto honrado porque todo artista tem uma mensagem a passar, e, no meu caso mesmo, quer seja através da música instrumental, a gente tem algo a dizer, estamos falando".

Serviço

O quê: “Pediu Para Pará Pirou”: Lucas Estrela (PA), Mady e Seus Namorados, Eletricidade Mambembe e The Stone Ramos
Quando: Sábado, 22, às 19h
Onde: Ao Mirante Music Bar
Quanto: R$ 25

Publicidade
Publicidade