Publicidade
Entretenimento
Buzz

‘Peladão A Bordo’ estreia 3ª temporada nesta segunda-feira (10) pela TV A CRÍTICA

Formato 100% ao vivo mostrará doze selecionadas confinadas por 40 dias em barco. Provas e eliminações duríssimas estão previstas durante todo o programa, transmitido de segunda a sexta em busca da nova Rainha do Peladão 09/11/2014 às 10:10
Show 1
Doze meninas disputarão o título de Rainha do Peladão
LOYANA CAMELO Manaus (AM)

A união de 12 belas mulheres em um espaço bem reduzido, convivendo intensamente durante 40 dias pode render de um tudo: polêmica, brigas, risadas, amizades feitas e desfeitas na velocidade da luz. Tudo intensificado à milésima potência por todas estarem concorrendo a um mesmo sonho. Também rende alta audiência, como vem ficando claro há três anos: e nesta segunda-feira (10), tudo isso retorna com a 3ª edição do “Peladão A Bordo”, programa da TV A CRÍTICA que irá revelar a Rainha do Peladão 2014.

O reality vai ao ar de segunda a sexta, sempre após o Jornal da Record. As novidades este ano são muitas. Aos poucos, o “Peladão A Bordo” foi evoluindo, se consolidando e hoje chega com formato 100% ao vivo, cenários com decoração nova (do barco “Victory of God” e do estúdio baseado na TV A CRÍTICA) e participações especiais de peso. Neste episódio de estreia, inclusive, estão confirmadas as presenças de Daniela Cicarelli e Raul Gazolla, este, fazendo sua primeira participação no programa. O comando continua com Nathalia Nascimento.

Outra grande inovação é o aumento de tempo de confinamento das garotas. Na primeira edição (de 2012) foram 20 dias, na segunda o número foi para 30 e agora totalizam 40 dias. Para Eduardo Matos, diretor operacional da TV A CRÍTICA, os episódios do “Peladão A Bordo” dobraram justamente porque a aceitação tem superado expectativas.

“A Record vem gostando e vem nos abrindo espaço para que possamos aumentar o reality a cada ano. Então para responder a esse sucesso, vamos melhorando o produto”, aponta.

Investimentos

Matos ilustra os esforços feitos para concretizar a otimização progressiva do programa: foram instaladas 25 câmeras no “Victory of God” (nove a mais que o ano passado); a equipe envolvida aumentou e foram feitos investimentos em um equipamento de realidade aumentada para trazer um grafismo diferente à tela do espectador.

“Tudo isso para enriquecer a qualidade da imagem e dar uma ideia melhor da realidade das meninas. Imagine ficar confinado tanto tempo dentro de um barco, com todas essas limitações que tem um espaço desse. Então a ideia é tentar o sentimento mais próximo possível”, diz.

A grande vencedora será revelada depois de longos 42 dias. Mas até lá, as concorrentes ainda enfrentam provas e eliminações duríssimas. A bela mais resiliente entra no rol de vencedoras desta, que é uma das competições mais tradicionais de beleza do estado, e ainda, de quebra, ganha um carro 0km e mais 25 mil reais. Ainda é cedo pra dizer quem será, mas certamente será curioso acompanhar toda essa trajetória.

Publicidade
Publicidade