Domingo, 26 de Maio de 2019
Vida

Personagens do cinema ganham nova cara em adaptações

Alguns fãs podem ficar chocados ao se depararem com uma sereia Ariel loira, e não ruiva, no remake em live-action da animação “A Pequena Sereia”, da Disney



1.jpg
A atriz Noma Dumezweni dará vida à Hermione Granger no teatro
06/01/2016 às 14:45

Muito do que nós vemos nos nossos personagens favoritos do cinema fica em nós. Seja a voz, os bordões, o cabelo, o tamanho ou uma característica qualquer, porém significativa, que os faça ser inesquecíveis. Alguns dos nossos heróis e heroínas da telona anunciaram mudanças na aparência física: fãs irão ver novas cores de pele, cabelo e até gênero em alguns personagens. Isso tem despertado desde frustração até animação de muitos dos seus entusiastas ao redor do mundo.

Como tem opiniões para todos os gostos, alguns diriam que vão ficar muito chocados ao se depararem com uma sereia Ariel loira, e não ruiva. E isso vai acontecer no remake em live-action da animação “A Pequena Sereia”, da Disney. Quem vai interpretar a personagem é a atriz Chlöe Moretz. Na web, alguns internautas acreditam que uma Ariel loira não vai funcionar. “Vai ser uma visão moderna do conto, meio que sobre o que está acontecendo por aí agora. Estamos fazendo de forma progressista para jovens mulheres dessa mesma idade”, justificou a atriz, em entrevista a um site.

A bruxinha nerd mais famosa do mundo também será desvinculada da imagem física que ostentou Emma Watson, ao interpretar Hermione Granger em todos os filmes da saga “Harry Potter”. A adaptação que a personagem ganhará para o teatro trará uma atriz negra no papel: trata-se de Noma Dumezweni. A peça que se chamará “Harry Potter e a Criança Amaldiçoada”, vai dar seguimento às histórias dos livros e filmes e entrará em cartaz em 30 de julho de 2016 no Palace Theatre, em Londres.

Em meio aos comentários de que “não ia fazer sentido uma Hermione tão diferente”, um – talvez o mais importante de todos – tratou de pôr todo mundo em seu lugar: o da autora J.K. Rowling, que aplaudiu a escolha da atriz para o papel. “Olhos castanhos, cabelo crespo e muito inteligente. Pele branca nunca foi especificado. Rowling ama a Hermione negra", declarou a escritora em seu Twitter. Já a intérprete de Hermione nos filmes não escondeu a ansiedade. “Mal posso esperar para ver Noma Dumezweni como Hermione no palco este ano”, manifestou.

Os fãs do clássico de 1984 “Os Caça-Fantasmas” já tem data para encontrar “As Caça-Fantasmas” nos cinemas: 14 de julho de 2016. Os quatro protagonistas foram trocados por quatro protagonistas mulheres para o remake, que são as atrizes Kristen Wiig, Melissa McCarthy, Leslie Jones e Kate McKinnon. “Algumas pessoas disseram coisas não muito legais sobre o fato de sermos mulheres. Eu não fiquei brava, apenas desapontada. Nós estamos honrando esse filme”, desabafou a atriz Kristen Wiig sobre o descontentamento de alguns com o novo elenco.

O verbo dos fãs

E o que os fãs pensam sobre o assunto? “Penso que somente temos a ideia da Ariel ruiva porque a vimos assim nos filmes da Disney. Outras produções acompanharam a ideia. Mas se você imagina que a personagem Annie era negra e foi retratada ruiva... qual o problema da Ariel ser loira?”, diz a advogada Leila Azevedo. “Mas eu gosto quando eles fazem a personagem ser o mais próximo possível daquilo que conhecemos. Nisso, desconstruíram a Malévola, mantendo o físico. Então, se é pra manter algo, que seja a sereia curiosa, teimosa e determinada”, pontua ela.

A blogueira e crítica literária Sabrina Castro acha que a mudança da Hermione dos filmes para a do teatro levantaria questões polêmicas, principalmente pela cor da pele e não pela idade da atriz. “No entanto, quem realmente leu os livros sabe que a autora não menciona a cor da pele da personagem, só revela detalhes sobre o cabelo, dentes, algumas feições”, lembra, ressaltando o empoderamento às pessoas negras que a nova bruxinha incentivará. “O brilhantismo da Hermione não se deu porque a atriz anterior era ‘clarinha’, então se a nova escolha for talentosa, nossa Hermione vai continuar encantando e a atriz vai conquistar o público com certeza”, confia ela.

O mundo amplo das quatro “caça-fantasmas” promete ser diferente e divertido. O gerente de TI Sérgio Amaro aposta que a escolha do novo elenco é reflexo dos novos tempos, em que as mulheres estão exercendo papéis iguais aos dos homens. “Acredito que vão encenar os personagens tendo a visão feminina de se fazer/realizar as coisas. Para mim, vai ser um novo estímulo para ver de novo o filme porque se fosse com atores dificilmente iria assistir. Os atores originais marcaram os personagens”, finaliza.

Blog

Zeudi Souza

Realizador audiovisual

“Creio que é a mulher mostrando sua força para mudar e isso é o reflexo do novo tempo para o cinema. Essas mudanças só enriquecem filmes já consagrados como “Os Caça-Fantasmas”, que fez a alegria da garotada nos anos 80 e 90. Sobre a Hermione, quando se trata de uma peça é válido, porque ela é uma personagem mutável. Causaria mais estranhamento no cinema, já que ela foi acompanhada por quase uma década. Com a Ariel, isso pode causar uma pequena confusão de identificação. A Ariel é conhecida pelos cabelos ruivos e isso vai levar um tempo para as crianças assimilarem”.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.