Segunda-feira, 24 de Junho de 2019
Vida

Pesquisa de estudante da UEA revela mistérios históricos gravados nas pinturas da Igreja de São Sebastião

A estudante universitária e devota Carrie Evans desde criança, nas missas, experimentou esse olhar curioso ao observar a antiga estrutura europeia



1.jpg Uma das descobertas está na tela que retrata São Miguel que deixou vestígio do possível rosto do autor da obra
24/09/2013 às 08:31

Herança da belle époque, a Igreja de São Sebastião atrai os olhares até mesmo dos não religiosos. A estudante universitária e devota Carrie Evans desde criança, nas missas, experimentou esse olhar curioso ao observar a antiga estrutura europeia. Atualmente, a graduanda em licenciatura em música pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA) revelou, no seu trabalho final, mistérios históricos guardados nas pinturas da construção do século XIX. O resultado da pesquisa se destacou e repercutiu longe: Evans foi convidada para fazer uma apresentação na Universidade Federal de São Paulo (USP), no I Seminário de Estética e Crítica de Arte.

A universitária decidiu analisar somente as pinturas da igreja seguindo a recomendação de sua orientadora, Professora Luciane Páscoa (doutora em História Cultural pela Universidade de Porto). “É interessante descobrir coisas que estavam ali há mais de 100 anos, todos veem, mas que nunca foi falado, então descobrir esses detalhes que só é possível com ajuda da tecnologia atual e leituras aprofundadas. É fascinante!”, fala Evans, encantada com suas descobertas.

Uma das descobertas da pesquisa de Evans encontra-se na cúpula da igreja, ela identificou o está escrito na faixa que os anjos carregam. “É uma citação do Livro da Sabedoria de Salomão, escrito em latim”, desvenda Evans, que traduz o texto: “Mas a alma dos bons está nas mãos de Deus, e eles não sofrerão nenhum castigo. Os tolos imaginam que os bons estão mortos, pensam que a morte deles é uma desgraça e que a sua separação de nós é uma calamidade, mas a verdade é que eles estão em paz”.

Outra descoberta está na asa esquerda do anjo, na tela de São Mateus, nos ângulos da cúpula da Igreja de São Sebastião, onde ela notou o rosto de uma terceira figura humana. Para enxergar esse detalhe quase imperceptível foi preciso fotografar a tela e amplia-la, segundo contou a universitária. Ela supõe, com base nas pesquisas, que poderia ser o rosto do pintor da obra.

O trabalho já está finalizado, mas a pesquisa de Evans parece apenas está começando. “Futuramente, quero poder viajar até a Itália para pesquisar mais sobre os artistas italianos, como: Silvio Centofanti, Ballerini, Francesco Campanella e tantos outros nomes importantes para a cidade de Manaus, mas que pouco ou quase nada se sabe sobre eles”, planeja.


Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.